O Teatro Nacional D.Maria II junta-se à celebração do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, dia 10 de Junho, com a realização de uma Maratona de Leitura d'Os Lusíadas, protagonizada pelo actor António Fonseca, pelas 10h00.

Esta iniciativa do TNDM II e do Grupo Ageas Portugal, concretizar-se-à com "uma leitura integral e ininterrupta da obra essencial de Luís de Camões", que será acompanhada de algumas notas explicativas, com duração de 9h00. 

Comecei [a trabalhar n'Os Lusíadas] em Junho de 2008. Verso por verso, estrofe por estrofe, episódio por episódio, canto por canto. Foi-se-me revelando uma grande história de vida, uma grande história da condição de ser humano, uma metáfora enorme da nossa condição de seres históricos, em qualquer sítio, em qualquer contexto cultural, em qualquer tempo.

Os Lusíadas são também uma súmula do saber que resistiu ao tempo e que continua a resistir: os factos são históricos ou poético/históricos, mas as suas profundas motivações… são de todos os tempos. E a precisão, agudeza e, às vezes crueza, com que Camões as formula, embrulhadas nos processos poéticos… podem deixar-nos o resto da vida a meditar, partilha António Fonseca, em comunicado de imprensa.

O actor foi dialogando com a obra, onde também reside parte da sua adolescência. Contudo, a relação que, através da leitura, estabeleceu com esta foi-se dilatando e transformando. "Sentia-me algo culpado por desconhecer uma obra que é matriz da nossa memória, tantas vezes e de tantas maneiras utilizada para fins patrióticos e patrioteiros, que na intimidade de quem passou pela experiência da sua abordagem obrigatória causa um misto de fascínio e ódio, que ninguém pode verdadeiramente dizer que não conhece mas que quase ninguém conhece verdadeiramente", disse ao Expresso, em Dezembro de 2010. A decisão de ir comentando a obra, vem precisamente neste sentido, de a tirar do museu.

Esta epopeia, que António Fonseca levou dois anos a decorar, terá lugar no Salão Nobre Ageas, do TNDM II, e na casa de quem ousar por ela navegar, acedendo através das redes sociais ou do site do Teatro. Poder-se-á viajar mais tarde, pois ficará disponível na Sala Online.

Reportagem da RTP2 sobre a criação, de António Fonseca, a partir d'Os Lusíadas

Texto de Raquel Botelho Rodrigues
Fotografia disponível na página de Facebook do TNDM II