A 16 e 17 de janeiro, o Teatro Viriato celebra o aniversário da arte com um programa surpresa, que junta parceiros de longa data a outros mais recentes numa viagem que se inicia com um brinde ao futuro e termina no nascimento da arte. Dois dias, vários espetáculos, visitas guiadas e um tom de celebração para todos e com entrada gratuita.

No dia 22 de janeiro, dançaremos e cantaremos com Dino D’ Santiago num concerto em Viseu. As sonoridades africanas com influências de música eletrónica, e a voz quente próxima dos territórios R&B, prometem ocupar o palco numa combinação entre tradição e contemporaneidade. O seu mais recente álbum “Kriola” considerado pela “Blitz” Álbum do Ano 2020, será um dos grandes protagonistas deste concerto.

Fotografia da cortesia da organização

Já a 29 de janeiro, o Teatro Viriato acolhe o espetáculo “The Show Must Go On” do coreógrafo Jérôme Bel. Um espetáculo que vai buscar o título a uma música do grupo Queen e que é feito de canções familiares. Em palco estarão 20 intérpretes, 19 canções e um DJ.

Jérôme Bel é um coreógrafo francês aclamado pela crítica e pelo público. Vive em Paris, mas trabalha no mundo inteiro. Readaptou o seu método de criação artística, de forma a não contribuir para o aumento do aquecimento global e alterações climáticas. Para além de não viajar de avião, decidiu entregar o palco a intérpretes não tradicionais, a pessoas do país ou região onde os espetáculos são apresentados e que demonstrem verdadeira paixão pela dança.

Fotografia da cortesia da organização

Os bilhetes para Dino D’ Santiago e para “The Show Must Go On” já se encontram à venda aqui.

Texto de Isabel Marques
Fotografia disponível via Unsplash