O Doclisboa regressa entre os dias 17 de outubro e 27 de outubro. Pela 17ª vez o mundo todo vai caber em Lisboa e a tela servirá de janela para uma maré de possibilidades. 

Para a sessão de abertura está reservado o novo filme de Eloy Enciso, Longa Noite. A longa metragem estreou-se na Competição Internacional do festival de Locarno e explora a narrativa de Anxo, interpretado pelo artista Misha Bies Golas, que regressa à sua terra natal “no meio rural galego”. Como pano de fundo estão a sociedade espanhola pós-Guerra Civil e os pensamentos contemporâneos que dela advêm (e não só). 

Ainda que o programa completo só seja divulgado no dia 2 de outubro, foi também levantado o véu ao filme da sessão de encerramento, no dia 27 de outubro: Technoboss, de João Nicolau. O filme que estreia nas salas portuguesas a 7 de novembro conta a história de Luís Rovisco, interpretado por Miguel Lobo Antunes, um sexagenário divorciado que encontra uma antiga paixão, Lucinda, personagem interpretada por Luísa Cruz. Este momento “despoleta uma forte mudança na vida de Luís Rovisco”, acompanhado ao longo do filme, “onde o road-movie e o género musical se cruzam, onde a linha que separa a ficção da realidade, neste retrato ficcional, se torna exponencialmente mais ténue”, citando a sinopse disponível no site do Doclisboa

Durante o período do festival decorre ainda um seminário de realização pensado numa colaboração entre o Doclisboa e o UnionDocs Center for Documentary Art, que pretende explorar “exercícios de cinema radical e as linguagens em crescimento do cinema documental”. O seminário consiste em quatro conversas abertas levadas a cabo por um académico ou crítico, no qual abordarão o trabalho de 10 artistas apresentados no Doclisboa’19.

Cada sessão irá destinar-se numa questão de representação diferente, passando pelos movimentos de libertação históricos; as ausências e exclusões nos arquivos; a apropriação de texto, imagens e cultura; e processos físicos e sensuais de uma existência incorporada. Podes saber mais sobre este seminário aqui

Texto de Carolina Franco
Still de Longa Noite (2019) de Eloy Enciso disponível via Facebook
O Doclisboa é parceiro do Gerador

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.