O centro cultural recebe a primeira encenação de Joãozinho da Costa a partir do dia 26 de novembro.

A peça reflete a decadência do ser-humano depois da perda. Os irmãos Celestino e Platino, personagens principais, mergulham no submundo do crime e do consumo excessivo de drogas, após a morte do pai.

Da perda ao reencontro, a peça do protagonista de “A Rapariga Mandjako” de Rui Catalão, inspira-se em momentos da sua história de vida.

Local: Rua das Gaivotas 6, Lisboa
Horário: 19:00h
Preço: Entre 5€ e 8€
Fotografia de Alipio Padilha