O novo álbum de Carlos do Carmo chega às lojas no dia 27 de novembro. Nascido da intuição e da certeza de que o artista tinha em si algo para se fazer ouvir, E Ainda... canta fados, palavras e poemas.

E Ainda... foi gravado ao longo de três anos e chega às lojas em duas versões diferentes: standard com 2CDs (o álbum de originais e o registo ao vivo dos Coliseu de 2019) e uma limitada e especial (exclusivo Fnac) onde se encontra um DVD com o registo do concerto que marcou a despedida dos palcos do fadista e um vídeo com uma entrevista feita ao longo da gravação do álbum, que revela ainda imagens inéditas de estúdio e de ensaios.

O novo álbum do artista conta com a interpretação de textos que compõem a longa bagagem da língua portuguesa, como é o caso dos poemas de: Herberto Helder, José Saramago, Sophia de Mello Breyner, Hélia Correia, Júlio Pomar, Vasco Graça Moura e Jorge Palma tendo o Fado tradicional como fio condutor e pinceladas pela batuta do maestro Victorino D'Almeida, Mário Pacheco, Paulo de Carvalho ou José Manuel Neto. 

Discos e capa do novo álbum de Carlos do Carmo

 Em novembro de 2019, ouviu-se Carlos do Carmo pela última vez nos palcos, onde a despedida se fez notar com concertos esgotados há largos meses nos Coliseus do Porto e de Lisboa. Agora, o fadista canta os "seus poetas" e, pelas suas palavras, edita "aquele que poderá ser o último disco".

Depois de desafiar memórias nos palcos por onde passou, revisitou uma carreira que teve o "supremo condão de popularizar o fado junto de um público alargado que cresceu a ouvir "Os Putos", "O Cacilheiro", "O Homem das Castanhas", "Lisboa Menina e Moça", "Um Homem na Cidade" ou "Canoas no Tejo", como é possível ler no comunicado.
É através destes momentos que celebra uma vida dedicada ao fado e à cultura portuguesa.

Texto por Patrícia Silva
Fotografias de cortesia da  Universal Music Portugal