fbpx
Menu Grande Pesquisa
Carrinho0

Escolas Secundárias da região Norte participam em projeto de empreendedorismo para estudantes

Projeto “Jovens Empreendedores – Construir o futuro”, promovido pela Associação Empresarial de Amarante, procura responder à falta de competências de empreendedorismo e comportamentais dos jovens em idade escolar.

“Jovens Empreendedores”. Fotografia da cortesia de Liliana Pereira

Em 2012, a Associação Empresarial de Amarante criou um projeto que visa incentivar alunos, professores e toda a comunidade envolvente para o potencial empreendedor, “conduzindo à mudança de atitude, ao contacto direto com conceitos empreendedores e ao desenvolvimento de novas competências pessoais, tecnológicas e sociais”.

Ao longo das primeiras nove edições, o Projeto “Jovens Empreendedores” chegou apenas às Escolas Secundárias do concelho de Amarante. Porém, ultrapassou a expectativa em 2021/2022, chegando a seis – Amarante, Baião, Celorico de Basto, Marco de Canaveses, Mondim de Basto e Resende.

Através de “um sistema alternativo de educação não formal” que inclui um conjunto de ações, nomeadamente, workshops de capacitação e autoconhecimento, bootcamps, ou mentoria, e que culmina num Concurso de ideias de Negócios. Esta metodologia tem como valores principais: a cocriação, a colaboração, a criatividade e a responsabilidade por si próprio, pela equipa e pelo seu projeto, “de forma a promover a criação de dinâmicas inovadoras que o levem a encontrar as competências necessárias ao empreendedorismo”.

Ana Luísa é coordenadora do projeto e Liliana Pereira é agente educativa do mesmo. "Jovens empreendedores" é uma iniciativa que se divide em três grandes ações: Eventos, Capacitação para o Empreendedorismo e Laboratório de Ideias, que por sua vez se dividem em vários momentos.

Exemplificando, Liliana Pereira refere: os “Seminários” (de abertura e de encerramento) que consistem numa sessão formal e envolve todos os intervenientes (diretos e indiretos) do projeto - professores, mentores, diretores das escolas, parceiros, investidores sociais, e têm como objetivo promover as atividades e apresentar os resultados obtidos; o “Desafio Limonada”, que é uma iniciativa desenhada para introduzir o empreendedorismo jovem através de uma experiência real de começar o próprio negócio – uma banca de limonada; o “Encontro Jovens Empreendedores”, que tem como objetivo criar um momento de encontro entre os alunos das diversas Escolas, participantes no projeto. “Aqui são desenvolvidas atividades de formação, partilha, team building, convívio e animação”; e por fim, o “Concurso de Ideias de Negócios”, que tem o intuito de premiar e apoiar as ideias de negócio mais inovadoras, onde os candidatos das diversas escolas participantes no Projeto submetem a sua ideia à avaliação de um júri.

Outro exemplo, são as atividades que incluem a ação do “Empresário por 1 dia”, onde os alunos acompanham empresários, durante um dia, no seu ambiente de trabalho e participam nas suas atividades diárias. “Através desta experiência prática, adquirem conhecimentos sobre a cultura, ética de trabalho e as várias opções de carreiras existentes”.

Tal como reforça Liliana Pereira, “o objetivo não é criar empresários, mas sim desenvolver o espírito empreendedor em cada um dos nossos participantes através do desenvolvimento das soft-skills”. Assim, ao longo do ano letivo, o projeto tenciona motivar os jovens a questionarem, de uma forma crítica e construtiva, a sua visão atual do mundo. “Sentimos que a escola tem um papel fundamental no desenvolvimento das competências técnicas e nós entramos como aliados desta, para ajudar a fortalecer as competências transversais, como a pro-atividade, o trabalho em equipa, a resolução de problemas complexos, a criatividade, entre outros que são cada vez mais valorizadas no mercado de trabalho”

A coordenadora salienta ainda que a adesão por parte dos alunos e dos professores tem sido bastante positiva, tal como os resultados do projeto. “Estes dados fazem-nos ambicionar mais e, com toda a certeza, queremos continuar a ver o alargamento deste projeto. Ambicionamos, por isso, tornar os “Jovens Empreendedores” num projeto Regional e, daqui por uns anos, poder dizer orgulhosamente que este é um projeto Nacional”, acrescenta.

Qualquer informação relativamente ao projeto pode ser encontra online.

NO GERADOR ABORDAMOS TEMAS COMO CULTURA, JUVENTUDE, INTERIOR E MUITOS OUTROS. DESCOBRE MAIS EM BAIXO.

Já pensaste em tornar-te sócio gerador?

Ser Sócio Gerador é ter acesso à assinatura anual da Revista Gerador (4 revistas por ano), a descontos nas formações da Academia Gerador, passatempos exclusivos, experiências e vantagens na cultura.

A tua lista de compras
O teu carrinho está vazio.
0