Decorre de 15 a 21 de novembro a 3ª edição do Temp Studio no espaço Todos, em Lisboa. Este projeto, que acontece duas vezes por ano, consiste num programa de residências artísticas com a duração de uma semana, direcionado para a New Media Art, ou seja, a arte associada à ciência e à tecnologia. Este mês, este espaço de produção e networking para artistas nacionais e estrangeiros recebe cerca de 30 participantes.

Ao longo desta semana, o Temp Studio permite que os artistas tenham acesso a um espaço de criação de ideias, discussão e desenvolvimento de uma rede de contactos na sua área. As obras em que trabalham neste período podem ser novos projetos ou então os artistas podem dedicar-se à continuação de trabalhos já iniciados ou apenas testar e documentar outros já concluídos. Susana Sanches, artista e uma das responsáveis pelo projeto, afirma que “a ideia é que isto seja algo contínuo, ou seja, recebemos pessoas que já fazem parte da comunidade e pessoas novas, que se juntam a esta família”.

Temp Studio é um nome que vem de “temporary studio”. Este estúdio temporário, uma questão comum na prática artística, permite também aos artistas que necessitam de interagir com o público para testarem as suas obras, a oferta de uma plataforma que lhes permite isto mesmo. Os primeiros seis dias da residência são exclusivos aos artistas e à colaboração entre eles. O último dia apresenta um modelo de Open Day, onde o público pode encontrar os trabalhos desenvolvidos, sob a forma de palestra, instalação, performance, ou qualquer outra que o artista entenda. “Este dia não se trata de uma exposição, mas da oportunidade de os artistas poderem testar as peças num ambiente à escala real e com verdadeira audiência. Não se esperam obras concluídas. O Temp Studio é sobretudo focado no processo criativo”, declara ainda Susana.

Um projeto que pretende marcar pela diferença, trata-se de um caso único deste género no panorama nacional. O Temp Studio arrancou há cerca de um ano e nasceu da frustração comum de 10 artistas, entre os quais Susana Sanches, que explica que se reuniram para formar esta iniciativa devido à vontade de criar um contexto, à época inexistente em Portugal, onde esta arte pudesse ter expressão e onde conseguissem estar com pessoas que partilham estes mesmos interesses e, sobretudo, num local onde pudessem trabalhar juntos. “Em várias cidades europeias há quem trabalhe estas questões há já 30 anos. E outro aspeto importante sobre a New Media Art é que a própria conceção desta arte pode variar de pessoa para pessoa”, afirma a artista.

O Open Day desta 3ª edição do Temp Studio decorre no dia 21 de novembro, no espaço Todos, na Rua Pereira Henriques, em Lisboa. Este evento ocorre das 19h às 22h e tem entrada livre. Logo de seguida, tem lugar a Festa de Encerramento da iniciativa, no Musa.

Texto de Carolina Gaspar
Fotografia de Temp Studio

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal clica aqui.