O Cineclube de Joane, em Vila Nova de Famalicão, tem programadas quatro sessões de cinema para o mês de janeiro de 2020. Todas as sessões acontecem no pequeno auditório da Casa das Artes, às 21h45.

O Traidor, de Marco Bellochio, é o primeiro filme do ano, a ser exibido no dia 9. A obra, baseada em factos reiais, retoma a época da máfia italiana e os perigos do crime. Na semana seguinte, dia 16, Sinónimos dá a conhecer a história de Yoav, um israelita que chega a França com a vontade de se tornar francês. O filme é um drama autobiográfico realizado por Nadav Lapid e venceu o Urso de Ouro da 69.ª edição do Festival de Cinema de Berlim.

No dia 23, o cineclube exibe um dos mais recentes filmes de Woody Allen: Um Dia De Chuva Em Nova Iorque. Neste filme, a chuva é a personagem principal e faz os protagonistas recordar momentos já vividos no passado. No último dia, 30, apresenta-se o cinema português. Campo, de Tiago Hespanha, é narrado pelo próprio realizador e foca-se num campo de treino de jovens recrutas. Em 2018, ganhou o principal prémio do programa First Look do Festival de Locarno.

O Cineclube de Joane nasceu no ano de 1998, em Joane, Famalicão. As duas primeiras sessões tiveram lugar a 23 e 30 de setembro desse ano e focaram-se em curtas-metragens de cinema português. Agora, além da exibição de filmes, o projeto conta com outras iniciativas, entre as quais cinema comentado e filmes-concerto.

Texto por Gabriel Ribeiro
Fotografia de Mesh via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.