O Exquisito é o festival de criação artística emergente que chega a Telheiras entre 13 e 15 de Setembro deste ano. São três dias de propostas artísticas impertinentes e provocadoras de música, artes visuais e performativas.

A programação completa já está disponível online e podes mesmo descarregar o PDF com tudo aqui. Mas ouvimos dizer que, até Setembro, há ainda surpresas por revelar, por isso, aconselhamos-te a ficar atento ao site do Exquisito para não perderes pitada.

O passe geral para os 3 dias tem o custo de 15 eur e o bilhete diário de 8 eur. E, claro, os Sócios Gerador têm acesso a vantagens no preço dos bilhetes do Exquisito. Para eles o passe custa 10 eur e o bilhete diário 6 eur.

Há, no entanto, um momento da programação por dia, pelas 18h30, de acesso gratuito. Estão, para já, anunciados dois: no dia 14 de Setembro a performance Chilrear de Mesa dos artistas Francisco Pinheiro e Paulo Morais e, no dia 15 de Setembro, a performance Leach, do artista Rui Paixão.

Descobre aqui a programação completa:

Dia 13
19h
Abertura de portas
19h15
Depois das certezas absolutas nas artes visuais
Onde: Pátio da Biblioteca

Qual o potencial da arte enquanto unificador de diferentes visões? Partindo do mote depois das certezas absolutas, vamos abordar vários tópicos correntes na produção e criação artística contemporânea, colocando em diálogo algumas das obras apresentadas no primeiro ano do Exquisito. Com Francisco Pinheiro, Paulo Morais, Tomaz Hipólito, Clara Imbert, Carolina Pimenta. Moderação de Pedro Saavedra e Carolina Trigueiros.

20h
Leituras encenadas no Subpalco
Um passo atrás – Panfleto vivo
Autor: auéééu-Teatro
Onde: Subpalco do Auditório

Esta performance é o panfleto vivo de um espectáculo ainda por vir e o esboço de um conjunto de questões que surgem perante a imposição que é ter de se «ganhar a vida». É no acto artístico que os auéééu encontram uma das formas de testar os limites do conceito de trabalho, formulando uma hipótese de vida que poderá revelar-se um «elogio à preguiça» ou um «desejo de ser inútil».

20h15
Lançamento Revista Gerador de Setembro
Autor: Gerador
Onde: Pátio da Biblioteca

Ainda há quem pergunte porquê e vá para além daquilo que, um dia, foram as certezas. E os que fazem arte sem a meterem em caixinhas: será teatro? será dança? será um documentário ou ficção? serão os dois? Nesta edição, sob o tema Depois das Certezas Absolutas, vamos à procura de quem misture a ciência e arte, para encontrar respostas, dos novos colectivos de artistas e de quem escreve as linhas do nosso futuro. A Revista Gerador é uma revista bimestral dedicada à cultura portuguesa que chega agora à 21º edição.

20h30
Da janela enquanto danço
Autor: Luísa Amorim e Rosana Ribeiro Onde: Escola Psicossocial de Lisboa

Da janela enquanto danço é uma versão da Tabacaria de Fernando Pessoa. Uma viagem fugaz por vários campos das artes entre a dança, a performance e a literatura. Um jogo, como a vida, fragmentado e uma leitura orquestrada a várias línguas, dançada a corpo, a carne e a sopro. Este projecto nasce da vontade de duas artistas portuguesas que a viver em Londres decidiram trabalhar juntas, uma performance artist e uma bailarina.

21h
Submerged
Autor: BLEID
Onde: Lagar da Quinta de São Vicente

Submerged é a segunda instância de Water – Submerged | Resurface, uma peça de música electrónica para quatro colunas cuja primeira parte foi apresentada em 2016. Este momento procura explorar a relação entre diversas formas de ondulação mecânica, utilizando o meio líquido como ponto de partida para chegar ao som e à luz.

22h
André Hencleeday Quartet
Onde: Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro

Uma peça acerca dela mesma com André Hencleeday ao piano e na direcção, Carlos Santos na electrónica e objectos amplificados, Emidio Buchinho na guitarra eléctrica expandida e Abdul Moimême na guitarra eléctrica e outros objectos.

23h
Clothilde
Onde: Lagar da Quinta de São Vicente

Clothilde recorre ao uso de maquinaria caseira, construída de raíz por HOBO e quitada para excursões improvisadas onde as noções de ritmo e melodia são continuamente esbatidas, num fluxo amplamente sensorial e sem ponto de chegada definido. Gosta de ser conduzida pelas máquinas e pelos estímulos que estas lhe sugerem.

Dia 14
18h30
Chilrear de mesa
Autor: Francisco Pinheiro e Paulo Morais
Onde: Cruzamento da Capela
Entrada livre

Atendendo à singularidade sonora de cada espécie de ave, os artistas desenvolveram uma série de trabalhos sonoros, reunindo diferentes objectos remanescentes da indústria e da paisagem costeira. A instalação sonora Chilrear de Mesa, de Francisco Pinheiro e Paulo Morais, será aqui activada numa performance de exterior.

19h
Abertura de portas
19h15
Depois das certezas absolutas na música
Onde: Pátio da Biblioteca

A música ontem, hoje e amanhã pelas palavras de artistas que a exploram em diferentes dimensões.
Com Luís Fernandes, Joana Gama, Mariana Freitas (Bleid), Diana Combo (Eosin), Mestre André (O Morto). Moderação Pedro Saavedra e Daniel Neves (MMMOOONNNOOO).

19h30
2018 Set_03
Onde: Cozinhas do Lagar

A instalação 2018 set_03 de Tomaz Hipólito, em permanência nos três do Exquisito, será activada com uma performance do artista dia 14 às 19h30 nas antigas cozinhas do lagar. O gesto de devolver ao espaço uma das suas principais funções, a da transformação, permite reinventar a experiência em torno da água e recriar o ambiente proposto. Todo o processo é parte do trabalho.

20h
Leituras encenadas no Subpalco
L’age Libre
Autor: Catarina Rôlo Salgueiro, Isabel Costa, Leonor Buescu, Mia Tomé e Nídia Roque
Onde: Subpalco do Auditório

Selvaticamente inspirado em Fragmentos de Um Discurso Amoroso, de Roland Barthes, “L’age Libre” é um texto inédito em Portugal, apresentado em 2016 pela companhia de teatro Cie Avant l’Aube no Festival de Teatro de Avignon, França. Um discurso geracional sobre relações, problemas sociais e quotidianos que conta com 5 actrizes em palco, 5 cadeiras, 2 microfones e uma guitarra semi-acústica que vai musicar o projecto com canções originais.

20h30
Da Janela enquanto danço
Autor: Luísa Amorim e Rosana Ribeiro
Onde: Escola Psicossocial de Lisboa

Da janela enquanto danço é uma versão da Tabacaria de Fernando Pessoa. Uma viagem fugaz por vários campos das artes entre a dança, a performance e a literatura. Um jogo, como a vida, fragmentado e uma leitura orquestrada a várias línguas, dançada a corpo, a carne e a sopro. Este projecto nasce da vontade de duas artistas portuguesas que a viver em Londres decidiram trabalhar juntas, uma performance artist e uma bailarina.

21h
O Morto
Autor: Mestre André
Onde: Lagar da Quinta de São Vicente

Embora a sua música esteja agora mais próxima de uma abordagem soundscape composition, O Morto começou por ser um projecto de free improv/noise em 2012 com o álbum Memento Mori. Na procura de uma nova direcção, recolheu samples, gravações de campo e sons electrónicos reunidos na densa e enigmática peça The Forest, the People and the Spirits, composta em 2015 e com duas edições em 2016 e 2017. Hoje, está a criar e a explorar novos caminhos. O que virá é ainda uma incógnita.

22h
Joana Gama e Luís Fernandes
Onde: Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro

Um novo concerto em estreia absoluta no Exquisito. Depois de um período de trabalhos colaborativos em 2016 com Ricardo Jacinto e em 2017 com José Alberto Gomes e com a Orquestra de Guimarães, Joana Gama e Luís regressam ao trabalho em duo.

23h
Die Von Brau
Onde: Lagar da Quinta de São Vicente

No Exquisito, Die Von Brau apresenta excertos do seu próximo álbum, que sai para a rua no final de 2018. Este é e será o seu trabalho mais ambicioso, o culminar de 3 anos de produção onde são visíveis os diferentes momentos que o músico passou. A sua vontade é mesmo a de transcender o próprio estilo a que foi associado e evoluir para algo mais tangível.

Dia 15
18h30
Leach
Autor: Rui Paixão
Onde: Traseiras da Padaria
Entrada livre

Uma performance e instalação onde o autor se propõe a uma metamorfose que quer alcançar um estado de desbloqueio mental e físico. Preso a uma trela, move-se num jogo entre a raiva e o confronto directo com o espectador. Um desafio de 45 minutos que é também um protesto a uma arte futura, presa à necessidade do criador dar respostas políticas, comerciais e carreiristas contra a sua liberdade e vontade artística.

19h
Abertura de portas
19h15
Depois das certezas absolutas nas artes performativas
Onde: Pátio da Biblioteca

O público ainda é o principal destinatário dos momentos performativos? Será que ainda faz sentido perguntar o que é uma performance? Seguindo o rasto do tema Depois das Certezas Absolutas queremos perguntar a artistas/performers de várias origens quais são as fronteiras da sua criação. Falaremos de tudo e de nada com a certeza de que não existem certezas no palco, nem o palco em si. Para onde vamos é a pergunta rainha, quem somos será o rei das respostas.

Com Sérgio Coragem, Luísa Amorim, Rui Paixão e Isabel Costa. Moderação de Pedro Saavedra e Rosana Ribeiro.

20h
Leituras encenadas no Subpalco
Lisboawood
Autor: As Crianças Loucas
Onde: Subpalco do Auditório

Na velha gelataria os habitantes de Lisboawood fazem todos os possíveis para manter a cidade do futuro a funcionar. Persistem em encontrar um lugar para se estabelecerem e dedicarem aos seus ofícios e lidam com as dificuldades que encontram em manter uma relação, uma casa, um trabalho, na cidade onde tudo tem um valor e tudo tem uma finalidade. Este é o segundo espectáculo d’As Crianças Loucas.

20h30
Da Janela enquanto danço
Autor: Luísa Amorim e Rosana Ribeiro
Onde: Escola Psicossocial de Lisboa

Da janela enquanto danço é uma versão da Tabacaria de Fernando Pessoa. Uma viagem fugaz por vários campos das artes entre a dança, a performance e a literatura. Um jogo, como a vida, fragmentado e uma leitura orquestrada a várias línguas, dançada a corpo, a carne e a sopro. Este projecto nasce da vontade de duas artistas portuguesas que a viver em Londres decidiram trabalhar juntas, uma performance artist e uma bailarina.

21h
Consequences
Autor: EOSIN
Onde: Lagar da Quinta de São Vicente

EOSIN usa discos, gira-discos e uma mesa de mistura para combinar diversas sonoridades. No Exquisito revisita a sua mais recente partitura e combina-a com outras fontes sonoras ao vivo como voz e instrumentos de percussão. O concerto expõe, à medida que a composição ganha forma, a natureza combinatória da criatividade. Consequences é o resultado de um cadáver exquisito construído por uma pessoa e muitas apropriações.

23h
Sturqen + MMMOOONNNOOO
Onde: Lagar da Quinta de São Vicente

Com uma atitude energética puramente experimental, STURQEN + MMMOOONNNOOO propõem construir um momento sonoro improvisado onde os universos do noise, do power electronics e do sound design vão coexistir e dar a experienciar ao público os processos aleatórios da composição electrónica.

Todos os dias em permanência
2018 set_03
Autor: Tomaz Hipólito
Onde: Cozinhas do Lagar

Tomaz Hipólito apresenta uma instalação site-specific numa antiga cozinha, recriando neste espaço um novo ambiente: um possível laboratório onde o elemento central de estudo é a água. O gesto de devolver ao espaço uma das suas principais funções, a da transformação, permite reinventar a experiência em torno da água, elemento básico e fundamental à vida. 2018 set_03 ocupa toda a dimensão do espaço com diferentes camadas sensoriais e níveis de experiência: a do artista, a do elemento em estudo, do espaço e, em última análise, a da consciencialização. Esta instalação será activada com uma performance dia 14 de Setembro às 19h30.

6 Personagens à procura de um filme
Autor: Cristóvão Campos e Rita Rocha Silva
Onde: Foyer do Auditório

Uma interpretação, por Rita Rocha Silva, do álbum 6 músicas à procura de filme de Cristóvão Campos, numa performance constituída por seis momentos de reflexão sobre o real e o ficcionado, a noção de identidade e de artificial. A performance acontece todos os dias às 19h15, 19h45, 21h15, 21h45, 22h15 e 22h45.

Antília
Autor: Carolina Pimenta
Onde: Pátio da Biblioteca

Carolina Pimenta apresenta fotografias em grande escala que remetem para a sua pesquisa durante uma viagem a São Miguel nos Açores. Uma etnografia emocional da ilha, usando a paisagem, a mitologia local e a geografia. Estas imagens, apresentadas em conjunto no foto livro Antília, contam a história de um amor impossível, o mito de dois amantes e tratam de forma não linear um estado sentimental, ainda hoje vivo e conectado à paisagem e vivência daquele local.

Clara Imbert
Onde: Tanque da Biblioteca

Clara Imbert apresenta uma instalação site-specific que recorre a objectos visuais e instrumentos de exploração espacial. Uma proposta que joga com a geometria do espaço, descontruíndo-o e aludindo a noções de percepção e perspectiva. O espectador é confrontado neste limite entre a ilusão, o reflexo e as linhas de focagem e desfocagem.

Desarvorar
Autor: Francisco Pinheiro e Paulo Morais
Onde: Galeria e Sala do 1º Piso da Biblioteca

Atendendo à singularidade sonora de cada espécie de ave, os artistas desenvolveram uma série de trabalhos sonoros, reunindo diferentes objectos remanescentes da indústria e da paisagem costeira. No Exquisito apresentam a escultura cinética Fluxo migratório, dois vídeos performance, Avepeixeave e Voo Picado e, ainda, a escultura sonora Chilrear de Mesa, esta activada numa performance exterior no dia 14 de Setembro às 18h30. Algumas das obras são ainda acompanhadas de uma selecção de livros da própria Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, em torno das aves, fragilização dos ecossistemas e o impacto da actividade humana. A selecção dos livros será feita por Álvaro Fonseca, investigador na área das ciências da vida e colaborador do West Coast.

Incertezas absolutas nas artes visuais
Autor: Artistas a anunciar
Onde: Por vários espaços do Exquisito

Um conjunto de artistas ocupa vários espaços do Exquisito, habitando o percurso que vai desde a Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro até ao Metro de Telheiras. Este grupo heterogéneo apresenta desde escultura, vídeo ou instalação, questionando a importância da incerteza na criação e a ambiguidade, contradição e erro que esta permite.

Exposição Instantânea

Autor: @calvet_scenesfromamemory, @davidaba, @eyes.of.rita, @lippesim, @margaridareispereira, @mariana.procha, @matilde__cunha, @matildeviegas, @miguelvmiguel e @_osowa
Onde: Jardim Interior

10 instagramers revelação convidados mostram como se sentem Depois das Certezas Absolutas com novos trabalhos originais todos os dias.

O Exquisito é uma ideia e uma produção do Gerador.