Há um novo festival em Viseu que propõe novas experiências de cultura e projetos artísticos. Mescla vai ocupar o centro histórico de Viseu de 1 a 7 de julho com propostas que passam por concertos, exposições, oficinas, conferências, peças de teatro e exibição de filmes. 

Depois de ter sido cancelada a edição deste ano dos Jardins Efémeros — anunciada em março por Sandra Oliveira (fundadora e diretora do projeto) e Jorge Sobrado (vereador da Cultura do Município de Viseu) —, foi agora anunciado um novo projeto que nasce como resposta da autarquia ao vazio deixado por esta suspensão, mas não como substituto.

“A programação vem responder a um repto que a população nos lançou. Os comerciantes e operadores da cidade, todos os que gostam do centro histórico, lançaram-nos este desafio", explicou o presidente da autarquia, Almeida Henriques, durante a apresentação do Mescla no dia 11 de junho, à Lusa. 

No total são mais de 200 as propostas do festival Mescla, que se dividem por 7 dias de festival. O “caleidoscópio de disciplinas artísticas e culturais”, como o vereador da Cultura de Viseu, Jorge Sobrado, decidiu apelidar em declarações à Lusa, junta no mesmo programa a escultura, a instalação, a música, o teatro, o novo circo, o café-concerto, a poesia, a literatura, a fotografia, o cinema, a arqueologia e a história. 

Entre os visasse confirmados encontram-se Moullinex, Gira Sol Azul e Viseu Big Band, Teatro Mais Pequeno do Mundo, João Lugatte, Ricardo Bernardo e Ricardo Silva (enquanto artistas em residência), o projeto CRETA de Guilherme Gomes, ZunZum, Tribal, Ritual de Domingo e Sónia Barbosa, Luís Belo, John Gallo, Inês Flor, Cláudia Sousa, Carmo 81 e Sr. Jorge (que se apresentou no Karma is a Fest) e a associação Memória Comum. 

De outras zonas do país juntam-se, entre outros, Noiserv, Fogo Fogo, Marta Ren, Elisa Rodrigues, Surma, Solar Corona e Sopa de Pedra. 

Moullinex é natural de Viseu e junta-se ao festival no dia 5 de julho às 23h00

Os principais promotores do Mescla são o Município de Viseu e a Viseu Marca. Sabe mais sobre este festival e descobre a programação detalhada, aqui

Texto de Lusa e Carolina Franco
Cartaz disponível via Facebook

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.