A Porta-Jazz vai promover, no próximo sábado e no domingo, dias 20 e 21 de março, uma “meia-maratona” de música ao vivo, que será transmitida online, na plataforma internacional Munin, a partir do espaço daquela associação cultural do Porto.

“Um fim de semana de música ao vivo com muitos músicos que viram o percurso natural de apresentação dos seus trabalhos interrompido pela pandemia [de Covid-19]. Uma verdadeira meia-maratona que, para além de ajudar a colmatar a falta de oferta cultural do momento, restabelece de certa forma o equilíbrio material, emocional e artístico de uma grande parte de uma comunidade musical, que se deve acima de tudo preservar”, refere a associação cultural, num comunicado enviado à agência Lusa, sobre esta iniciativa, que pode ser acompanhada em www.munin.live, com um custo diário de cinco euros e acesso gratuito para membros da Porta-Jazz.

A “meia-maratona” inclui a apresentação de seis discos editados em 2019 e 2020, em concertos que decorrem na Sala Porta-Jazz e que poderão ser acompanhados “em streaming na plataforma internacional Munin.live".

O “sinal de partida” está marcado para as 16h de sábado, com o quarteto Mazam (João Mortágua no saxofone, Carlos Azevedo ao piano, Miguel Ângelo no contrabaixo e Mário Costa na bateria), que irá apresentar o álbum Land.

No mesmo dia, às 18h, o baterista Marcos Cavaleiro, acompanhado de José Pedro Coelho e João Guimarães nos saxofones, André Fernandes na guitarra e Demien Cabaud no contrabaixo, apresenta Sete.

O primeiro dia termina com a apresentação de Murmuration – que começa às 22h – o terceiro álbum do Pedro Neves Trio, do qual fazem parte, além do pianista Pedro Neves, o contrabaixista Miguel Ângelo e o baterista José Marrucho.

No domingo, os concertos voltam a acontecer às 16h, 18h e 22h. Primeiro, atua o trio Mau (Miguel Ângelo no contrabaixo, Miguel Moreira na guitarra e Mário Costa na bateria), que irá apresentar Utopia, seguindo-se A Incerteza de um trio certo (Ap na guitarra, Diogo Dinis no contrabaixo e Miguel Sampaio na bateria), com o álbum homónimo, e o saxofonista João Mortágua, com o álbum Dentro da janela, e que irá tocar acompanhado por José Pedro Coelho no saxofone, Miguel Moreira na guitarra, José Carlos Barbosa no contrabaixo e José Marrucho na bateria.

Texto por Flávia Brito
Fotografia de Lucas Allmann via Pexels

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.