A exposição “As 7 Mulheres do Minho”, que celebra os 175 anos da Revolta da Maria Fonte, foi inaugurada esta segunda feira, no Centro Interpretativo Maria da Fonte, da Póvoa de Lanhoso, abrindo um ciclo da galeria, dedicado a artistas mulheres. A mostra ficará patente até 30 de setembro e será acompanhada por um conjunto de atividades online e presenciais. O objetivo passa por refletir as questões de género, igualdade e utopia social.

O título, inspirado na música de José Afonso, é sustentado pelas sete artistas da mostra - Ana Almeida Pinto, Alexandra de Pinho, Cristina Troufa, Helena de Medeiros, Lauren Maganete, Patrícia Oliveira e Tânia Dinis -, e pela combinação das suas diferentes tendências e expressões.

A mostra inclui trabalhos de escultura, pintura, desenho e fotografia, com materiais como a pedra, papel ou têxtil, e resulta da parceira entre o Município e a Zet Gallery, num momento que integra o programa comemorativo dos 175 anos do início da Revolução da Maria da Fonte. A exposição pode ser visitada de segunda a sábado, das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, e aos feriados das 9h30 às 12h30.

Texto de Isabel Marques
Fotografia disponível via facebook Centro Interpretativo Maria da Fonte