“Ângelo de Sousa: Quase tudo o que sou capaz” está em exposição desde o dia 11 de dezembro até 29 de fevereiro. A exposição pode ser visitada na Casa das Artes, em Vila Nova de Famalicão, e junta várias obras do artista Ângelo de Sousa, desde desenho, escultura, pintura, filme e fotografia.

“Esta exposição combate a imagem dominante do pintor Ângelo, mostrando que o desenho e a escultura são não apenas facetas fundamentais da sua obra como aquelas em que porventura é mais evidente o espírito experimentalista da sua obra”, pode ler-se em comunicado.

Nascido em 1938, em Lourenço Marques, Moçambique, Ângelo de Sousa foi uma das figuras mais importantes do século XX, em Portugal. Com trabalho artístico desde 1961 a 2002, o artista encontra-se representado na Coleção Serralves. O seu percurso incidiu no desenho, escultura, pintura, filme e fotografia. Sousa faleceu em 2011, na cidade do Porto.

A instalação agrega obras com elementos mais simples, com as primeiras obras figurativas de Sousa, mas também há lugar para os trabalhos abstrato-geométricos.

“Ângelo de Sousa: Quase tudo o que sou capaz” é uma produção da Fundação de Serralves integrada num programa que pretende levar a arte e cultura a outras regiões do país.

Texto por Gabriel Ribeiro
Fotografia de Donovan Reeves via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.