Dia 26 de janeiro, o dia da Gala Insties Gerador, inaugura na Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, em Telheiras, Lisboa, a Exposição Insties Gerador, que pode ser visitada até ao dia 19 de fevereiro.

Esta exposição elogia os instagramers nomeados nos Insties Gerador 2019, os prémios que distinguem quem mais se destaca no Instagram em Portugal. A homenagem toma a forma de um dos métodos mais antigos de comunicar: os cartazes.

Ao todo, a mostra conta com 37 cartazes dedicados ao trabalho dos 37 nomeados, criados por 5 ilustradores e designers: Amalteia, Ana Filipa Olímpio, Hugo Henriques, Priscilla Ballarin e Sérgio Neves.

Curioso para saber mais acerca dos nomeados? Deixamos-te alguns factos sobre eles:

@alexcoelholima

É arquiteto e tem como passatempos a fotografia e a leitura. O trabalho de outras pessoas é, para si, uma grande fonte de inspiração e confessa ter mais facilidade em sentir-se inspirado quando não tem problemas. Foi o Instagram que fez com que descobrisse, quase com 50 anos, a paixão pela fotografia, tendo travado conhecimento com muita gente talentosa desde que utiliza a plataforma.

@ana_gil_

É designer de comunicação. Procura inspiração em tudo e em nada: pormenores do dia a dia, os seus sentimentos, uma música. A fotografia é o seu grande hobby, em paralelo com o Instagram, que define como um vício saudável sem o qual não consegue viver. Considera que a sua arte evoluiu muito devido à plataforma, sendo a rede social ideal para partilhar e explorar a sua paixão pela fotografia.

@anamarques210376

Tem formação superior na área da saúde e de momento coordena um projeto de medicina do trabalho em Luanda, Angola. Adora fotografia e retira inspiração de uma infinidade de momentos: o sorriso da filha, uma música, uma boa história, um amanhecer, um céu estrelado. O Instagram é outra fonte de inspiração e um espaço onde expressa a sua criatividade e dá a conhecer a forma como interpreta o mundo, ao mesmo tempo que conhece pessoas fantásticas e cheias de talento.

@bruschyography

É designer gráfico de formação e diretor criativo de uma agência. Adora fotografia e surf. A inspiração surge-lhe no dia a dia, através do cinema e também da influência de outros fotógrafos, designers e ilustradores. O Instagram representa para si uma porta para outros mundos virtuais e reais. 

@cara.trancada

É designer gráfica e ilustradora. Explora a ideia da mulher enquanto ser livre e sexual, encontrando inspiração no corpo feminino e em fantasias ou episódios do seu dia a dia. Procura desconstruir tabus relativamente à sexualidade da mulher, incentivando o seu autoconhecimento e libertação sexual. Utiliza o Instagram para expor o seu trabalho, apesar de as normas da plataforma por vezes tornarem difícil a existência da arte dita #NSFW.

@davidaba

É fotógrafo e videógrafo freelancer. Diz encontrar inspiração na cultura cinematográfica e em editoriais, fashion films e designers de moda. O Instagram é a sua rede social favorita. Vê a plataforma como um local de exposição e exploração do seu coraçãozinho visual, permitindo-lhe também conhecer outros artistas que desafiam a sua forma de ver o mundo.

@davidpires8

É designer e fotógrafo. Quanto a hobbies, tem um podcast sobre cinema intitulado Erro de Casting!. Adora ler, andar de bicicleta e tirar fotografias. Encontra inspiração na sua vontade de explorar. O seu processo criativo passa por uma grande pesquisa geográfica onde se interroga acerca de como contar uma história com imagens. O Instagram é uma ferramenta de trabalho que o liga a pessoas com quem pode partilhar ideias, projetos e até amizades.

@diogolage

Trabalha num gabinete de arquitetura. Gosta de se aventurar em caminhadas, conhecer locais improváveis e viver experiências únicas. Procura inspiração na sua área de formação: arte e design. O Instagram é sem dúvida o seu grande hobby, apenas dependente da bateria do telemóvel para filmar ou tirar fotografias. Após quase 6 anos de Instagram, destaca as grandes amizades que conseguiu criar através da plataforma.

@eyes.of.rita

É designer de comunicação e fotógrafa nas horas vagas. Inspira-se no cinema, arquitetura, música, literatura, pessoas, conversas e viagens. O Instagram começou por ser um diário fotográfico, onde podia mostrar os seus registos de forma descomprometida. Atualmente, encara a plataforma como uma comunidade surpreendente para expor o seu trabalho, mas também para travar conhecimento com pessoas incríveis de todo o mundo que se unem pela mesma paixão: a fotografia.

@fabiomansos

É designer gráfico e ilustrador, sendo estudante de último ano na licenciatura em Design Gráfico e Multimédia. É um apaixonado por artes visuais desde criança. Considera que a cor tem por si só uma linguagem superior e é a partir desta ideia que tenciona “recolher” cores que o rodeiam. Vê o Instagram como uma janela de oportunidades e aventuras constantes.

@fidalgo_pedrosa

Dedica-se à promoção e divulgação da Arte Fotográfica, em projetos pessoais e eventos de expressão fotográfica coletiva. Procura inspiração na vida tal como ela se revela, de forma direta e sem preparação prévia. O Instagram é para si uma fonte de motivação que lhe possibilita o conhecimento de trabalhos fotográficos de diversas tendências e estilos.

@filipavasconcelosdrummond

É formada em Design de Comunicação e trabalha na área do digital. Adora fotografia e vídeo e a sua resolução de ano novo foi dedicar-se mais ao seu blog. Inspira-se na sua vida profissional para muitos dos seus projetos pessoais. Vê o Instagram como a sua máquina do tempo, publicando na plataforma sempre que observa algo que não quer esquecer.

@filipepinhas

É fotógrafo freelancer e adora ouvir musica e ver séries. Encontra inspiração nas pessoas e nas paisagens do dia a dia, procurando naquilo que o rodeia um detalhe que possa transpor e realçar nas fotos. O Instagram é, para si, um diário fotográfico, de acesso rápido e intuitivo.

@hey.luisa

É estudante no curso de Arte e Multimédia, instagramer em part-time e sonhadora a full-time. Pesca inspiração de todo o lado. Quando o que a rodeia não é suficiente, inspira-se em sonhos e memórias de infância. O Instagram é um portefólio onde expõe a sua arte, funcionando também como uma fonte de motivação. Afirma que, sem esta plataforma, nunca teria descoberto a sua paixão por manipulação de imagem e ilustração digital.

@itscateinacio

É fotógrafa. Adora escrever nos jardins da Gulbenkian, ver documentários e dançar sozinha no quarto. Para trabalhos de autor, o seu processo criativo requer auto-análise e sentir intensamente tudo aquilo que experiencia. Para editorias e catálogos de moda, folheia a Vogue e inspira-se no trabalho de Annie Leibovitz. Descreve o Instagram como um local para expor a sua arte e se alimentar do talento dos outros, um dar e receber moderno.

@joaocarlosphoto

Há 20 anos que é fotógrafo nas áreas da publicidade, moda, viagens e retrato. É luso-americano. Nasceu e viveu grande parte da sua vida em Nova Iorque, algo que o levou a inspirar-se na cultura pop americana. Leva a câmara consigo para onde quer que vá, recolhendo histórias das pessoas que conhece. O Instagram representa para si uma voz capaz de se fazer ouvir em todo o mundo através de um simples clique.

@joao.galamba

Trabalha em direito e está a fazer um mestrado em Direito e Gestão. São as pessoas, as singularidades dos seus rostos, expressões, vidas e cultura, que o fazem querer pegar na máquina e eternizar o momento. A maioria dos seus retratos fotográficos acontecem após uma conversa. Viveu em Timor-Leste durante 5 anos, tendo regressado recentemente a Portugal, altura em que começou a utilizar o Instagram, que agora considera um espaço com muito potencial para fotógrafos e artistas de outras áreas.

@joaok2

É engenheiro de telecomunicações. Adora fotografia e inspira-se na observação do quotidiano. Pretende mostrar o comum de forma diferente, procurando enquadramentos alternativos para retratar momentos arquitetónicos e paisagísticos. Prefere fotografias a preto e branco, apesar de se desafiar constantemente a explorar mais a cor. O Instagram é para si uma porta infinita de contacto com as artes, inspiração e partilha.

@joaopedrodesign

É estudante de Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Tem o “bichinho” de ser artista. Os seus hobbies são passear, gravar vídeos e fotografar. É perdidamente apaixonado pela Natureza. Através da sua arte, procura realçar todas as sensações que determinado sítio lhe transmite. Vê o Instagram como um portfólio de momentos fascinantes, procurando sempre contar uma história através das suas fotos e respetivas descrições.

@__keepdreaming__

Natural da Figueira da Foz, trabalha na área da eletricidade. A sua paixão pela fotografia nasceu devido ao Instagram. Quando criou conta na plataforma, passou a dedicar todo o seu tempo livre à fotografia, chegando a viajar para um local diferente de Portugal todos os fins-de-semana em busca de novas paisagens para captar. Mais recentemente, descobriu uma outra visão da fotografia através da aquisição de um drone.

@lceusebio

É designer de produto numa empresa de mobiliário. De todos os hobbies, a fotografia é, claramente, aquele que bate mais forte. A natureza está muito presente no seu trabalho, conta-nos que fica deliciado com a sua perfeição. A figura humana e a arquitectura são também elementos de referência. Vê no Instagram uma ferramenta para a divulgação do seu trabalho e para troca de experiências e conhecimento.

@lscascada

É fotógrafo desde a adolescência. Adora BD, cinema, viajar, correr, andar de mota, restaurar carros, carpintaria e serigrafia. No que diz respeito a inspiração, há dias em que não consegue criar nada. Noutros, é influenciado por um momento imprevisível e consegue uma fotografia incrível. Vê o Instagram como uma mistela de trabalho e conteúdos pessoais. Adora ver murais homogéneos, mas confessa não conseguir ter essa disciplina na sua própria conta.

@luc_at_the_world

É arquiteta e trabalha numa investigação sobre o uso da madeira em arquitetura sustentável. Viveu três anos em Argel e três anos em Londres, tendo regressado a Portugal recentemente. Descreve a inspiração como sendo algo capaz de se cheirar com as mãos e olhar com os pés, uma autêntica ousadia na experiência sensorial do espaço. Encara o Instagram como um relato ou partilha do seu percurso.

@marcospmoreira

É arquiteto. Inspira-se nos locais que visita, na forma como a luz se projeta em seu redor e, acima de tudo, nas pessoas. A forma como os outros interpretam o mundo é algo que o fascina imensamente. Considera o Instagram como uma plataforma para partilhar memórias e uma fonte de inspiração que o desafia constantemente a evoluir na sua arte.

@margaridareispereira

É arquiteta. Adora cinema, arte e, claro, fotografia. Vai beber inspiração a paisagens e pessoas do seu quotidiano, mas também a lugares novos para onde viaja, a obras de outros artistas que estimulam o seu processo criativo e a ideias do seu imaginário. O Instagram permite-lhe partilhar o seu gosto e experimentação em torno da fotografia, dando-lhe acesso ao trabalho de outras pessoas que a inspiram dia após dia.

@martanferreira

É designer de comunicação. Procura inspiração no cinema, na fotografia, na pintura, na literatura, na arquitetura, em viagens… segundo a própria, não existem limites para uma busca que se quer incessante. Considera o Instagram como uma outra fonte de inspiração e também como uma plataforma de encontro para pessoas com a mesma paixão: a fotografia.

@matilde__cunha

É fotógrafa e por vezes dá uns toques em vídeo. Inspira-se em tudo um pouco: pessoas, cores, locais, circunstâncias do quotidiano e outros artistas das mais variadas áreas. Considera o Instagram como um meio de comunicação fácil e rápido para dar a conhecer o seu trabalho aos quatro cantos do mundo.

@mayermatter

É fotógrafa. Adora música, jardinagem, viajar para devorar lugares novos com os olhos e aprender coisas novas. Encontra inspiração nas pessoas. É fascinada por psicologia e pelo porquê que motiva as nossas ações. Quando inicia uma conversa com alguém, as ideais fluem naturalmente. O Instagram é um dos seus canais de eleição para explorar conteúdos de várias áreas, potenciando a interação entre artistas.

@pine00eyes

Frequenta o Instituto de Fotografia e é fotógrafo freelancer. Não consegue viver sem a fotografia. Considera que a inspiração vem de dentro, basta estarmos atentos. Sempre gostou de partilhar a sua arte com os outros e aprecia críticas construtivas que o ajudem a evoluir. Diz não fazer sentido ter milhares de fotos guardadas e não as mostrar a ninguém, daí considerar o Instagram como uma rede social extremamente importante.

@o_pinheirojose

É designer gráfico, gosta de ouvir música, ir a concertos, ler, passear, viajar e estar com os amigos. Esforça-se para embarcar numa busca diária pela descoberta de coisas novas, procurando inspiração numa frase de um livro, na letra de uma música ou num simples momento em que se foca num objeto. Considera o Instagram um lugar ótimo para levar o seu trabalho aos quatro cantos do mundo com feedback quase instantâneo, para além de o permitir conhecer pessoas incrivelmente inspiradoras.

@rodolfovferro

É arquiteto. Tem como maiores hobbies a fotografia e viajar. A suas imagens resultam do olhar atento e sensível ao que o rodeia. Considera que o Instagram desempenha para si um papel fundamental, não só como ferramenta de partilha do seu trabalho, mas também como fonte de inspiração.

@strongsidesigns

É designer gráfico freelancer. Quando procura inspiração utiliza o Behance, explora o Instagram, lê artigos de design e folheia livros. O Instagram é para si uma ferramenta para mostrar as suas habilidades no Photoshop, servindo também como portefólio no que toca a manipulação de imagem.

@_this_is_the_hand_

O projeto The Hand é gerido por quatro pessoas: Carline Almeida, Fernando Silva, Inês Sousa e João Moura. Estas oito mãos adoram cinema, música, livros e exposições. Procuram inspiração no mundano, naquilo que se encontra mais à mão. Utilizam o Instagram como uma plataforma para expressar a sua arte, criando relações divertidas entre o texto e as coisas que a mão pega. Com esta mão, pretendem agarrar as pessoas.

@tmateusfotografia

É fotógrafa e estudante de fotografia. Gosta de viajar, ouvir música e ir ao cinema. É extremamente observadora. Procura inspiração em autores, passeios, séries, ou mesmo numa ida ao supermercado. Considera o Instagram uma rede social fantástica para expor a sua fotografia de forma simples e intuitiva ao mesmo tempo que entra em contacto com o trabalho de outras pessoas.

@vikalek__

Trabalha numa start-up. Para além da fotografia, gosta de ocupar o seu tempo a aprender línguas, andar a pé e provar receitas novas. Sempre que uma silhueta ou detalhe de um prédio lhe chama a atenção, fotografa esse momento. Considera o Instagram um espaço livre de partilha onde pode exprimir-se e admirar a criatividade dos outros, algo que contribui para evoluir o seu olhar fotográfico.

@xipipa

Formada em Design de Produto, está a tirar mestrado em Equipamento e é fotógrafa freelancer. Começou a fotografar aos 16 anos, altura em que documentava concertos de bandas de amigos. Retira inspiração de editoriais, videojogos e cutscenes. Vê o Instagram como um dos principais meios de expor o seu trabalho, sem por isso deixar de ser uma plataforma intrinsecamente sua na qual não pensa demasiado antes de clicar em “publicar”.

@ze_tur

Trabalha no departamento gráfico de um jornal e é freelancer nas áreas de design gráfico e fotografia. Adora conviver com amigos, conhecer sítios novos e aceitar novos desafios. Retira inspiração da região onde mora, Trás-os-Montes e Alto Douro, através da beleza e dureza das paisagens e das suas gentes. O Instagram é para si um refúgio, um mundo organizado em galeria que lhe permite conhecer e dar-se a conhecer.

Agora que já conheces melhor os incríveis nomeados, não te esqueças de passar pela Biblioteca Orlando Ribeiro, em Lisboa, para dares uma olhada à Exposição Insties Gerador. Ficamos à tua espera até ao dia 19 de fevereiro :)