Na procura de tornar o ensino do Jazz mais democrático, a Fábrica do Braço de Prata vai oferecer os Overtue Jazz Studies, cinco meses de curso intensivo e que serve de preparação para a entrada no Curso de Jazz de três anos. Inserido na Escola de Música, o Overtue Jazz vai ter uma hora de estudo semanal de instrumento, um treino auditivo e formação teórica para trabalhar competências, confiança e desenvolver uma identidade musical.

A Fábrica do Braço de Prata tem sido o palco de centenas de músicos ao longo de quase 12 anos de existência, mas apenas em 2017 conseguiu ver realizado o projeto que há muito tinha idealizado: a Escola de Música. Com salas preparadas para a música — equipadas com material de som e algumas até com pianos de concerto — e condições estruturais para receber alunos e familiares, decidiu avançar com o projeto. Criaram-se duas vertentes: uma escola de jazz, dirigida por Ricardo Pinto, e uma escola clássica, dirigida por Daniel Schvetz. Hoje a Fábrica do Braço de Prata já conta com 60 alunos na Escola de Música, com idades a partir dos 3 anos. 

O Curso de Jazz, com uma duração de 3 anos, oferece uma formação completa em instrumento, voz, combo, harmonia, formação auditiva, teoria musical e história e filosofia da música. O programa é reforçado através de debates, exposições, colóquios e ciclos de cinema que abrangem temas como a estética, a política, a metafísica e que compõe a atividade regular da Fábrica. Ao longo do curso os alunos vão-se tornado participantes possíveis das Jam Sessions que acontecem à quinta-feira no mesmo espaço. As aulas para crianças dos 3 aos 14 anos são dadas como convite às sonoridades e aos ritmos do Jazz, indo da formação auditiva e apuramento das competências vocais, até à experimentação de diferentes instrumentos.  

As inscrições já estão abertas e as dúvidas podem ser esclarecidas através do endereço de e-mail emusicafbp@gmail.com. Sabe mais sobre a Escola de Música, aqui.

Texto de Carolina Franco
Fotografia de Dolo Iglesias via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.