Criar uma curta-metragem em 48 horas pode parecer quase impossível, mas há 130 cidades pelo mundo a lançar o desafio. The 48 Hour Film Project regressa a Lisboa entre 10 e 12 de maio para dois dias de concurso que culminam numa festa de encerramento e entrega de prémios no dia 26 de maio no Musicbox. 

As regras do jogo são simples: reunir uma equipa, fazer a inscrição e aparecer no ponto de encontro do evento Kickoff (o primeiro dia de competição). Apenas 15 minutos antes de se lançar ao trabalho, cada equipa tira à sorte um género para o filme que vai fazer, que também terá de incluir uma personagem, um objeto e uma frase em particular. Profissionais ou não, todos se podem candidatar e integrar uma equipa que já deve incluir elenco e técnicos e não tem um limite de participantes. O filme tem de ter no máximo 7 minutos, com um extra para a ficha técnica. 

Em 2018 foi feito um vídeo promocional do evento em Lisboa 

Ainda que o evento esteja ancorado a uma cidade, é possível filmar a partir de outra. O requisito do 48 Hour Film Project é que um representante da equipa esteja no Kickoff e que o filme seja entregue no Dropoff (o último momento da competição). No site oficial do projeto, a organização conta que já aconteceu uma equipa de Boston incluir imagens enviadas do Panamá. Tudo é possível, desde que seja filmado e montado no período de tempo estipulado pela organização. Outras dúvidas frequentes como esta são respondidas aqui.

Através da conta do 48 Hour Film Project no Vímeo é possível ver curtas que foram feitas em edições anteriores pelo mundo fora 

O 48 Hour Film Project começou em 2001 pela mão de Mark Ruppert, quando decidiu fazer com Liz Langston uma curta-metragem em apenas 48 horas. O resultado surpreendeu-o e desencadeou a competição que hoje já conta com um total de 30.000 curtas-metragens realizadas, 9 delas com presença no Short Film Corner de Cannes. O concurso chegou a Lisboa em 2009 e desde 2017 tem Ricardo Mendes como Produtor Executivo do festival em Lisboa. O desafio, segundo Ricardo, é "escrever, filmar e montar uma curta-metragem em apenas 48 horas; seguindo-se uma estreia absoluta das mesmas e a atribuição de prémios." Em 2018 a curta vencedora foi "Refém", da equipa Black. Art. 

A Cerimónia de entrega de prémios continua em Orlando (EUA). O troféu oficial de vencedor do 48HFP Lisboa será entregue à equipa Black.Art. Continuem por aí... #48hfplisboa #10anos10cenas #48filma

Publicado por 48 Hour Film Project Lisboa em Sábado, 9 de março de 2019

O troféu foi entregue aos vencedores de 2018 em Orlando, nos Estados Unidos da América

O vencedor deste ano vai competir contra curtas-metragens de todo o mundo no Filmapalooza 2020, em Roterdão, habilitando-se a ganhar o Grande Prémio de Melhor Filme do Ano, o que significa ver a sua curta no Short Film Corner do Festival em Cannes, também em 2020. As inscrições podem ser feitas em três fases: até 15 de abril por 90€, de 16 a 30 de abril por 110€, e de 31 de abril até 10 de maio por 130€. As incrições podem ser feitas aqui

Sabe mais sobre o 48 Hour Film Project Lisboa, aqui.

Texto de Carolina Franco
Fotografia disponível via Facebook
O 48 Hour Film Project Lisboa é parceiro do Gerador

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.