Já são conhecidos os nomes dos vinte autores, interpretes e canções criadas especialmente para o Festival da Canção 2021.

O evento com transmissão direta na RTP1, conta com vinte autores sendo que dez convidaram outros artistas para interpretarem as canções.

 A autora de “Cheguei aqui”, é licenciada na Academia Nacional Superior de Orquestra.  Anne Victorino D´Almeida, para além de violinista e compositora, leciona no Conservatório Nacional, na qual foi diretora adjunta de 2017 a 2019.  Toca com diversas orquestras nacionais como a Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Gulbenkian e Orquestra Sinfonietta de Lisboa. Enquanto compositora tem um histórico de iniciação no teatro, nos anos 90, tendo mais tarde assinado várias bandas sonoras para cinema. “A Sombra dos Sentidos” é o nome do disco lançado em 2019 e em 2020 concorre como autora da música “Cheguei aqui”, interpretada por Nadine.

Distinguida pelo segundo ano consecutivo com o Prémio Cinco Estrelas “Personalidade na área da Música”, dois dias após o lançamento do EP “Mulher” e curta-metragem realizada em parceria com Filipe Correia dos Santos, Carolina Deslandes, concorre ao festival com o tema “Por Um Triz”. Após participação no programa “Ídolos”, lançou-se com o single “Não é Verdade” e desde então, “Mountains”, “A Vida Toda”, “Avião de Papel” são alguns exemplos da notoriedade da artista. Colaborou com cantores como Agir, Rui Veloso e Jimmy P e estará no palco do Festival da Canção.

Poderá ouvir Joana Alegre com “Joana do mar “, Graciela com a responsabilidade de interpretar o tema “A vida sem acontecer “de João Vieira, Neev interpretará “Dancing in the stars”, “Volte-Face” de Pedro da Linha terá a voz de  Eu.Clides,  “Não vou ficar” com Pedro Gonçalves,  Tainá apresenta “Jasmim”,  Virgul convida Ariana, que já participou no ano passado como back vocal na canção do Dino D Santiago, para “Mundo melhor”, e Viviane trás “Com um abraço” para ser interpretada por Ana Tereza.

Da Chick também estará a concorrer para a Eurovisão com “I Got Music”. A cantora, compositora e produtora conquistou o prémio de Best Live Performance nos Portuguese Festival Awards de 2015 e para além do EP “Culy Mess”, lançado pela produtora Discotexas, reúne “Chick to Chick” (2015) e “Conversations with the Beat”, em 2020, escrito e produzido inteiramente pela artista.

“Dia Lindo” é a música de Fábia Maia. A cantora já teve a oportunidade de colaborar com nomes do hip hop português como Jimmy P e Slow J para além dos covers do repertório de Valete, Regula e Allen Halloween. Lançou o EP “Santiago” em 2020, composto pelos temas “Mãe Heroina”, “Nem sei”, “Rockstar” e “Na minha”, e refere em entrevista à Glam Magazine que a obra é “ a forma de cura que encontrou para se desligar ou conectar para sempre com momentos marcantes na sua vida, desde o casamento dos pais ao divórcio, até mesmo ao Santiago, ao seu irmão não-nascido”.

Filipe Melo escolheu Sara Afonso como interprete de “Contramão”. Com mais de 20 discos gravados como sideman, o artista vencedor do Concurso de Jazz de Bucareste, do prémio Carlos Paredes, prémio Villas-Boas e do Outstanding Musicianship Award da Berklee, estudou no Hot Clube de Portugal, na Academia dos Amadores de Música de Lisboa e no Berklee College of Music, em Boston. Trabalhou como compositor, pianista ou orquestrador para nomes como Jorge Palma, Sérgio Godinho, António Zambujo, GNR, Camané, David Fonseca, Ana Bacalhau, Carlos do Carmo ou Salvador Sobral. É diretor musical, pianista e arranjador do projeto “Deixem o Pimba em Paz”, uma ideia original de Bruno Nogueira. Trabalha na realização de videoclips, spots publicitários, compõe para teatro, dá aulas na Escola Superior de Música de Lisboa e faz banda desenhada.  

A estes concorrentes juntam-se Hélder Moutinho com a canção “Na mais profunda saudade” interpretada por Valéria, “Mundo” de Ian, “Livros de “Irma”, ”Saudade” de Karetus interpretada juntamente com Romeu Bairos, “Girassol” de Miguel Marôco, “Claro como àgua” de Stereossauro/Mema) e “Love in on my side” de Tatanka interpretado pela banda, de que faz parte, The Black Mamba.

O evento será apresentado pelas duplas Jorge Gabriel e Sónia Araújo, na primeira semifinal, a 20 de fevereiro, José Carlos Malato e Tânia Ribas de Oliveira na segunda semifinal, dia 27, e na final, dia 6 de março, com Filomena Cautela e Vasco Palmeirim. Um destes candidatos irá representar Portugal na Eurovisão, em Roterdão.

Texto de Filipa Bossuet

Fotografia disponível via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.