A oitava edição do Rock with Benefits acontece nos dias 30 de novembro e 01 de dezembro no Teatro Cinema de Fafe, no Café Avenida e no Arquivo Municipal de Fafe. O festival de música de Fafe, realizado pela primeira vez em 2011, e que, segundo a organização, tem vindo a crescer bastante ao longo dos anos, distingue-se por aliar a música nacional à solidariedade.

As receitas obtidas com a venda dos bilhetes adquiridos pelos participantes do evento revertem na totalidade para causas sociais. Duas das associações que este ano recebem o apoio do festival são a COOPfafe, uma cooperativa de solidariedade social que atinge crianças, jovens, famílias e idosos e que é responsável pela distribuição mensal de cabazes alimentares a famílias do concelho de Fafe, e a Associação de Defesa dos Animais e Floresta. Assim, toda a organização trabalha em regime de voluntariado neste festival no Minho, bem como os artistas convidados. Além disso, o Rock with Benefits procura conseguir uma ação solidária com um impacto maior ainda e adota um formato não obrigatório de pagamento parcial do bilhete do festival, através de géneros alimentares.

“Colocamos a música ao serviço da solidariedade”, afirma ao Gerador Gonçalo Vieira de Castro, um dos responsáveis pelo festival desde o seu início. O organizador declara ainda que a adesão à iniciativa em sido bastante positiva: “estamos quase a esgotar os concertos, estamos no ponto ideal”.

Inseridos no próprio evento, estão ainda outros projetos, como o Education Rocks, uma novidade da edição de 2018 com uma componente pedagógica. Esta iniciativa consiste num projeto educativo que irá contar com a participação de figuras como os músicos Filipe Pinto, Carlão e Isaura. Os artistas irão apresentar à comunidade educativa participante projetos individuais com um carácter de apelo ao pensamento crítico, à valorização das diferenças e das igualdades sociais, à consciência ambiental, e à atribuição de responsabilidade individual e coletiva. “Queremos começar a incutir o espírito solidário nestas crianças, para que de futuro sejam eles os festivaleiros que contribuem”, declara Gonçalo Vieira de Castro.

O cartaz conta com a presença de artistas como Miguel Araújo, Tiago Nacarato, Vas Dost e Paraguaii. No sábado à tarde, há concerto gratuito de Filipe Sambado, Primeira Dama e Mister Roland.

Em sete edições já realizadas do festival localizado no norte do país, a organização aponta para que se tenham conseguido mais de 30 000€ em receitas obtidas para mais tarde aplicar em causas sociais e cerca de 27 toneladas de alimentos angariados.

“É muito bom que as pessoas nos conheçam, não só para que consigamos obter estas receitas, mas também pela divulgação das causas. Na verdade, o que acontece é que, ao tomarem conhecimento das causas que nós expomos com o festival, há depois imensas pessoas que decidem também fazer parte delas e contribuir individualmente e a um nível exterior ao evento”, declara ainda Gonçalo Vieira de Castro.

Texto de Carolina Gaspar
Fotografia de João Gonçalves e Catarina Castro, disponível via Flickr

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal clica aqui.