O Estoril acolhe, em março do próximo ano, um novo festival de música, o ID. O evento acontece a 29 e 30 de março no Centro de Congressos do Estoril e já foram confirmados alguns nomes pertencentes ao cartaz desta sua primeira edição.

Com quatro palcos ao todo, segundo anuncia a organização em comunicado à imprensa, o ID “tendo a eletrónica como ponto de partida, perfila diversos géneros e subgéneros, como o caso do trap-jazz da britânica IAMDDB, a performance eletrizante de Arca, o clássico e intemporal Madlib, a experiência sonora de Kamaal Williams e a festa contagiante de Moullinex”, refere ainda.

“Os sons tropicais chegam através do DJ Shaka Lion, fazendo a ponte para a festa e vibe única de Xinobi. Os portugueses Meera vão contagiar o palco com o seu trabalho pop-eletrónico e Rui Maia, da banda X-Wife, apresentará um dj-set também baseado nos ritmos mais urbanos e eletrónicos que o inspiram. Já o DJ Dead End será o representante do hip-hop urbano, com rítmicas eletrónicas no ID e o DJ Progressivu, o responsável pelo afro-clubbing do festival, criando o perfeito cruzamento entre as raízes culturais urbanas e a música eletrónica”, acrescentou a organização do ID, promovido pela Live Experiences e organizado em conjunto com a Câmara Municipal de Cascais.

O bilhete diário tem um custo de 35 euros. Os passes apresentam um preço faseado: 35 euros até 15 de janeiro, 45 euros de 16 de janeiro a 28 de março e 50 euros nos dias do festival. Brevemente, irão ser lançados mais nomes pertencentes ao cartaz da primeira edição deste festival.

Texto de Carolina Gaspar
Fotografia de Carcharoth, disponível via Google Images

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal clica aqui.