De 19 a 21 de Março de 2021, pela primeira vez, o LIVE IN A BOX, emerge dos nossos ecrãs para a terreno. O Teatro Municipal de Bragança e o São Luiz, em Lisboa serão os palcos que receberão o festival.

O nascimento do LIVE IN A BOX marcou-se pelo “exercício de consciência do que somos capazes de fazer nos limites das nossas possibilidades profissionais”, como é possível ler no comunicado do festival.

Ainda que num contexto de isolamento social e estado de emergência nacional, a música lusófona ibérica chegou aos nossos ouvidos. O festival foi criado, online, “a partir dos gestos profissionais que teríamos de executar no caso de um festival real”, referem ainda.

Com uma “marca” criada estava pronto para entrar em marcha. “Estimular a profissionalização do sector artístico” e “dos que nele colaboram” foi um dos motivos para que este evento se afirmasse.
Agora no território, entre duas cidades, com 3 dias repletos de música, as duas salas de teatro vão partilhar 12 concertos de 6 artistas diferentes. Nomes como Sara Tavares, Sopa da Pedra, Carles Dénia e Moreno Veloso estarão presentes neste cartaz.

Em vista de ir parar a território espanhol no ano de 2022, o Festival LIVE IN A BOX pretende celebrar a música Lusófona e a cultura Ibérica de um modo “honroso” e “digno” diminuindo as assimetrias regionais e os desequilíbrios entre o interior e o litoral , segundo afirmam no comunicado.

Os concertos decorrerão entre as 19h e 22h, no dia 19 e 20 de março. No dia 21 de março serão pelas 18h e as 21h. Os bilhetes e passes estão à venda online.

Consulta mais informações sobre o cartaz e o festival aqui.

Texto de Patrícia Silva
Fotografia de Renato Cruz Santos

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.