O Festival Mental está de regresso de 20 a 28 de maio de 2021 a Lisboa, concentrando todas as suas atividades em três espaços já marcantes da cidade e da história do Mental: o Cinema São Jorge, a Fábrica Braço de Prata e o Espaço Atmosfera M. O festival português de cinema e informação visa promover a saúde mental e a sua literacia, bem como o estigma na sociedade em geral.

O Festival Mental 2021 arranca com o M-Debate, uma conversa de reflexão sobre a nossa intensa relação com a tecnologia e como esta afeta a saúde mental. "A saúde tecnológica na saúde mental” conta com um painel de convidados na área da comunicação, psicologia e jornalismo: João Vasco Almeida (Jornalista e Moderador), Edite Queiroz (Psicóloga, Cinéfila e Cronista), Fernando Pinto (Psicólogo Clínico e Professor) e Carlos Duarte (Social Media Manager).

As M-Talks, os painéis temáticos sobre assuntos relacionados com a saúde mental, voltam a ser os pilares da programação de 2021 do Mental. Assim sendo, os temas recaem sobre a ecoansiedade, a depressão e a somatização.

A M-Talk sobre a ecoansiedade conta com a moderação de Cristina Esteves (Jornalista e Apresentadora da RTP) e a participação de Nuno Colaço (Doutorado em Neuropsicologia Clínica pela Universidade de Salamanca, Psicólogo Clínico nos Serviços Clínicos dos Serviços Sociais da Câmara Municipal de Lisboa). O painel vai contar, ainda, com Beatriz Lourenço (Médica Psiquiatra, formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, com Mestrado Integrado em Medicina) e Sérgio Viana (vogal da Direção da DRC da Ordem dos Psicólogos Portugueses e Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde). O filme que serve de base à M-Talk sobre ecoansiedade é o “No Coração da Escuridão” de Paul Schrader.

A conversa sobre a somatização é moderada por João Vasco Almeida (Jornalista, Presidente e Diretor-geral da editora A Rossio) e conta com as intervenções de Miguel Ricou (Presidente do Conselho de Especialidade de Psicologia Clínica e da Saúde da Ordem dos Psicólogos Portugueses e representante Português no Board of Ethics da EFPA). A estes nomes juntam-se Sílvia Ouakinin (responsável pelo apoio psiquiátrico ao Serviço de Hemato-Oncologia do Hospital CUF, Lisboa) e Maria João Barros (Psicóloga, Psicoterapeuta e jurada residente do Festival Mental).

A última M-Talk sob o tema da depressão é moderada por Vanessa Augusto (Radialista da Antena 3). Conta com as participações de Alexandra Antunes (Direção da Ordem dos Psicólogos Portugueses, Psicóloga Clínica na Unidade Local de Saúde de Matosinhos- Hospital Pedro Hispano), Ricardo Gusmão (Psiquiatra, Investigador no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto e dirige o Lab Wellbeing, Depression and Suicide Prevention integrado no Laboratório Associado ITR) e Inês Amaro (Psicóloga Clínica e membro da Sociedade Portuguesa de Terapia Focada nas emoções). O filme temático é o “Manchester by the Sea” de Kenneth Lonergan.

As M-Talks foram também uma resposta do Festival Mental logo em março de 2020, com o projeto digital autónomo M-Talks 4 All com conversas diárias sobre saúde mental e o qual se encontra atualmente na segunda série. 
As M-Talks 4ALL são transmitidas diariamente às 11h00 nos vários canais do Festival Mental e da Direção-Geral da Saúde.

O Festival Mental teve a primeira edição em 2017 e a cada ano dedica-se a um conjunto de temas relacionados com a saúde mental, tendo sempre como pano de fundo o Cinema e as Artes.

Texto de Isabel Marques
Fotografia disponível via Pexels