A 10ª edição do Festival Percursos da Música, regressa a Ponte de Lima, Viana do Castelo, de 16 de julho a 13 de agosto com programação e produção do Teatro Diogo Bernardes, organizado pelo Município de Ponte de Lima.

Com um orçamento de 70 mil euros, o Festival conta com mais de 40 concertos e “momentos ligados à música”, todos gratuitos e a decorrer em “locais de referência do Centro Histórico” da vila, afirma a Câmara em comunicado. Na lista está a Avenida dos Plátanos, o Largo da Picota, a Rua Cardeal Saraiva, Rua Formosa, Escadaria da Capela das Pereiras, o Largo de S. João e o Largo da Alegria e Além da Ponte, em Arcozelo, aos que se juntam o Largo de Camões e a Praceta do Paço do Marquês.

A programação feita pelo Teatro Diogo Bernardes, conta com os pianistas Heribert Koch e Luís Pipa, a soprano Sara Braga Simões, os Ensemble Med-Diálogo Interculturas no Mediterrâneo Medieval e Old Jerusalem. E ainda a exibição do filme “Bohemian Rhapsody”, que levou quatro Óscares para casa.

A autarquia acrescenta ainda que “alargar o Festival Percursos da Música a outras áreas artísticas e testar o gosto, a adesão e a formação de mais públicos continua a ser um dos nossos maiores propósitos”.

A opção de locais no Centro Histórico da vila tem um propósito, segundo o autarca Vítor Mendes: “Os 10 anos do festival consolidam o que é de facto a nossa oferta cultural, dinamizando o nosso Centro Histórico. É um bom exemplo e tem contribuído para a dinamização cultural do nosso país. É também uma grande oportunidade para jovens artistas, e um projeto de inclusão, nomeadamente, com a Academia de Música Fernandes Fão [AMFF] e a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental – Centro de Reabilitação [APPACDM]”.

Texto de Redação e Lusa
Fotografia de Dolo Iglesias disponível via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.