De 9 a 26 de maio, a cidade de Lisboa será o palco de apresentação de mais de vinte espetáculos e atividades no âmbito do Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas, provenientes de 12 países.

O Castelo de São Jorge é o primeiro espaço a acolher espetáculos no dia 9 de maio, com a abertura do Festival. Nas suas ruas serão apresentadas as Marionetes Gigantes de Moçambique, um desfile de marionetas gigantes e espetáculo de percussão, que aborda o quotidiano da vida nos mercados, o amor, as dificuldades do dia-a-dia e os problemas da sociedade atual, como a corrupção, a falta de assistência a pessoas com deficiência, as desigualdades sociais e de acesso às necessidades básicas. 

Nudes da companhia inglesa Natural Theatre Company, os Cabeçudos com Twist d’A Tarumba - Teatro de Marionetas e ainda micro teatros interativos da companhia Laitrum Teatre, que em apenas 8 minutos, condensam cinco principais obras de Shakespeare (“Hamlet”, “Macbeth”, “Romeu e Julieta”, “A Tempestade” e “Sonho de uma Noite de Verão”), que poderão ser recriadas pelos espectadores, também farão parte da sessão inaugural do FIMFA Lx no Castelo de São Jorge.

Os dezoito dias do festival, espalhar-se-ão por dez espaços culturais da cidade de Lisboa: o Castelo de São Jorge, o São Luiz Teatro Municipal, o Teatro Nacional D. Maria II, o LU.CA - Teatro Luís de Camões, o Museu de Lisboa - Palácio Pimenta, o Teatro da Trindade, o Teatro do Bairro, o Teatro Taborda, o Museu Nacional do Teatro e da Dança e a Cinemateca Portuguesa para receberem  Hans Christian, You Must Be An Angel, dos dinamarqueses Teatret Gruppe 38, Chambre Noire, que aborda o universo da mulher que disparou contra Andy Warhol sem o conseguir matar, Invisible Lands da companhia Livsmedlet Theatre, onde o corpo humano é transformado em paisagens para personagens em miniatura e ainda a estreia da operata de Jaques Offenbach, A Filha do Tambor-Mor, com encenação de António Pires. 

Para além da apresentação de espetáculos, o FIMFA Lx é também um espaço de discussão, formação e reflexão sobre o teatro de marionetas contemporâneo. Será exibido o filme Rehearsal for a Sicillian Tragedy, documentário realizado por Roman Paska na Cinemateca Portuguesa no dia 20 de maio. O São Luiz Teatro Municipal recebe o workshop Através dos seus olhos,  e o  LU.CA - Teatro Luís de Camões organiza o workshop We Are The Monsters. Para além de um Encontro com Criadores nos vários locais do FIMFA Lx, a Sala Estúdio do Teatro Nacional D. Maria II acolhe a conferência O Teatro de Marionetas Comtemporâneo no Irão. Fazendo com que a edição deste ano se concentre também na conjugação de materiais inusitados, em espetáculos onde identidade, liberdade e memória serão temas de destaque. 

Texto de Rita Matias dos Santos
Fotografia de ©Pernilla Lindgren

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.