No passado dia 19 de Agosto, o MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, cuja 14ª edição decorrerá entre 7 e 14 de Setembro, no Cinema São Jorge, anunciou as 12 curtas-metragens em competição para o “maior prémio atribuído a curtas-metragens em Portugal”. O evento tem como objectivo incentivar a “produção, promoção e exibição de cinema de terror nacional”, lê-se no comunicado de imprensa.

Entre as 12 curtas-metragens seleccionadas, que se destacam pela diversidade temática, num universo de dezenas que se candidataram, estará aquela que receberá “5000€, com direito a um fim de semana de inspiração nos hotéis Belver e nomeação para a competição Méliès d’or, organizada pela Méliès International Festivals Federation.”

Os filmes a competir serão “A Grande Paródia”, de André Carvalho; “Carnaval Sujo”, de José Miguel Moreira; “Com Sono, Mas Não Durmo”, de Tiago Bastos Nunes; “Death on Tape”, de Pedro Miguel Costa; “O Intruso”, de Hugo Pinto; “Karaoke Night”, de Francisco Lacerda; “Loop”, de Ricardo M. Leite; “Mata”, de Fábio Rebelo; “Mirror Room”, de David Seguro; “Petrichor”, de Gustavo Silva; “Porque Odeias o Teu Irmão?”, de Pedro Martins e Inês Marques; e “O Silêncio”, de Pedro Caldeira e Paulo Graça.

Serão ainda exibidas duas curtas, que não se encontram em competição. Na nova secção do Festival, dedicada às Curtas Experimentais, poder-se-á assistir a “Sábàtina”, de Rafael dos Santos, “um ritual visual entre a morte e a vida”, e, na infanto-juvenil Lobo Mau, à “O peculiar crime do estranho Sr. Jacinto”, de Bruno Caetano, vencedora nos Prémios Quirino de Animação Ibero-Americana.

O MOTELX lançou um desafio durante a quarentena, com a proposta de realização de microCURTAS, “curtas de terror de até 2 minutos filmadas com telemóvel ou tablet.” Neste ano, foram seleccionados 31 vídeos, que estão disponíveis no canal de YouTube do MOTELX. O público será o júri, podendo votar nos seus preferidos até dia 3 de Setembro. A microCURTA vencedora será exibida na Sessão de Encerramento do Festival.

A programação estará disponível em breve.

Texto de Raquel Botelho Rodrigues

Fotografia de Bruno Simão