No dia 27 de Junho, a revista FOmE lançará, no seu site, o Volume VI, "um elogio à Carne, ao Corpo e à Matéria", num tempo que desafiou as suas possibilidades, interrogando o sentido de sentir.

"Foram três meses de afastamento total em que não houve toque e em que as interacções foram mediadas por ecrãs", lê-se no comunicado de imprensa. A figura humana aparecerá nas criações dos artistas convidados, que, através de diversas expressões, como a fotografia, pintura, pintura digital, colagem em madeira ou pintura tridimensional, "a elegem (...) como centro da sua actividade artística". Entre estes, estão Valter Lopes, Patrícia Mariano, Ôje, Undrcovr e Cristiana Morais, que abrem o tema por distintas vias, "permitindo uma análise das diversas possibilidades técnicas e estéticas".

Catarina Alves trará outro corpo, um conjunto de animais em cerâmica.

Vários corpos formam uma comunidade. A Comunidade Moledo estará presente nestas páginas-ecrã, onde será partilhado o "balanço 10 anos de actividade deste projecto comunitário que invade uma pequena aldeia de escultura pública. Representados pela lente de Nicolas Lemonnier, vários casais de habitantes da aldeia posam junto destas obras que também são suas," continua o comunicado.

Dentro do corpo, as vísceras. Uma dezena de páginas será ocupada pela revista artística Visceral.

A música underground chegará com o single "Vasco da Gama", lançado pelo quinteto PäzMonstro.

Texto de Raquel Botelho Rodrigues

Fotografia disponível na página de Facebook da revista FOmE