Até 18 de novembro o Museu de Lisboa acolhe a exposição “Futuros de Lisboa”, no Torreão Poente da Praça do Comércio. Esta iniciativa ergue questões e sugere caminhos possíveis onde se conjuguem as palavras Lisboa, Cidade e Futuro.

“Futuros de Lisboa” é uma exposição que não apresenta hipóteses definidas sobre o futuro, mas, em vez disso, apela à interpelação e à reflexão dos visitantes relativamente ao modo como se pensa e se tem pensado o futuro e a cidade, sobre o que se deverá priorizar na construção de futuros para Lisboa. Às perspetivas de João Seixas, Manuel Graça Dias e Sofia Guedes Vaz, comissários deste evento, agregam-se ainda as propostas diversos ensaístas convidados e de todos os cidadãos que contribuíram com as suas ideias.

Ao longo de 10 salas de exposição, pensam-se nos valores e nas atitudes que a mudança e a dinâmica de Lisboa invoca e tem verificado ao longo dos anos. Serão ainda mostrados alguns dos trabalhos que nos chegaram como resultado de um convite à participação dos cidadãos lançado pelo Museu de Lisboa, através do site da exposição e em escolas da cidade.

Entre as várias temáticas abordadas, que de pessimismo e otimismo coexistem, encontram-se as questões da ecologia e da sustentabilidade, da inovação e da criatividade, da coesão e da justiça.

Os participantes têm acesso a documentação fotográfica e multimédia do Museu de Lisboa, assim como a coleções privadas, objetos pertencentes à rotina da vida urbana lisboeta e materiais que estão relacionados com experiências científicas associadas à Universidade de Lisboa.

A exposição teve início a 13 de julho e termina a 18 de novembro. As visitas podem ser realizadas no horário das 10h às 18h, de terça a domingo, no Torreão Poente da Praça do Comércio.

 

 

Texto de Carolina Gaspar

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal clica aqui.