O Gangue de Guimarães procura nove artistas para interpretar as próximas encenações previstas para 2020. No âmbito do PACT (Plano de Apoio à Criação Territorial d’Oficina), o pequeno auditório do Centro Cultural Vila Flor (CCVF) vai abrir portas, dia 18 de janeiro, para as audições.

Gil Mac, Manuela Ferreira e Rita Morais são os encenadores que vão abrir o casting para encontrar artistas para as suas obras. As quatro produções, ainda em desenvolvimento, vão estrear em 2020.

O PACT é uma iniciativa cultural cujo objetivo é desafiar os artistas do Gangue de Guimarães a apresentarem ideias e novos projetos. Este plano “procura de estimular os artistas que integram o Gangue de Guimarães, sendo um dos reflexos da forte e crescente aposta no apoio à criação artística levada a cabo pela cooperativa vimaranense”, pode ler-se em comunicado.

Para 2020, Gil Mac procura uma artista para a peça “Pátria”, cuja apresentação está agendada para 7 março do próximo ano. Por sua vez, Manuela Ferreira precisa de quatro intérpretes, homens ou mulheres, para a encenação “(In)Comum", e uma artista para “Luz”. Por último, Rita Morais procura três intérpretes, homens ou mulheres, para “Arquivo Presente”.

Texto por Gabriel Ribeiro
Fotografia via press release

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.