Guitarras ao Alto em Casa é a versão possível em tempos de pandemia do festival Guitarras ao Alto, um evento anual que promove um encontro inédito, no interior alentejano, entre dois músicos que se unem pelo amor à guitarra.

Em 2020, o Guitarras ao Alto iria celebrar a sua 6ª edição, juntando, pela primeira vez, um nome internacional ao cartaz do festival, a guitarrista britânica Gwenifer Raymond. João Morais, mais conhecido pelo nome artístico O Gajo, aceitou o desafio de se juntar a Gwenifer numa residência artística que resultaria num projeto musical inédito a apresentar nos palcos do Crato, Estremoz, Avis e Beirã-Marvão, locais de referência da região onde normalmente acontece o evento.

No entanto, perante a pandemia Covid-19, que tem implicado restrições à celebração de espetáculos públicos e à livre circulação de pessoas, o Guitarras ao Alto foi forçado a adaptar-se à nova realidade e passou a Guitarras ao Alto em Casa, mantendo os convidados já previstos para a 6.ª edição e renovando convites a músicos de edições anteriores. E, com o apoio da Antena 3, media partner do evento desde a sua primeira edição, foi criado um ciclo Guitarras ao Alto em formato digital que decorrerá durante todo o mês de maio.

Todas as semanas, às 21h30, haverá uma emissão Guitarras ao Alto em Casa, transmitida em direto a partir do Youtube da Antena 3, com a presença de uma dupla de músicos associada ao conceito e com a moderação a cargo de Isilda Sanches. Tó Trips e Filho da Mãe começam no dia 7 de maio, Bruno Pernadas e Mário Delgado continuam no dia 14, Peixe e Frankie Chavez (projeto Miramar) apresentam-se no dia 21 e, por fim, O Gajo e Gwenifer Raymond encerram o festival no dia 28 de maio.

Nestas sessões, em que não há patrocínios ou financiamento mas em que os músicos são remunerados pelo seu trabalho online, haverá música, conversa e partilha de algumas memórias do Guitarras ao Alto, para nunca se perder o Alentejo de vista.

Texto de Rita Dias
Design do Guitarras ao Alto em Casa

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.