As atrizes Lídia Franco e Cecília Sousa juntaram-se para, entre março e julho, dar um workshop de teatro – História do Teatro no Mundo –, na Padaria do Povo, no bairro de Campo de Ourique, em Lisboa.

Este projeto, que combinará as técnicas do teatro com as técnicas do sociodrama, surgiu por ambas observarem a necessidade de formação artística em Portugal. As atrizes explicaram ao Gerador que conheceram “as técnicas de Sociodrama com a vinda a Portugal de um grande encenador, o Tomi Janezic, que veio à escola de artes da ACT a convite da atriz Dalila do Carmo para realizar workshops para atores. Estes instrumentos de Sociodrama são muito eficazes na compreensão dos processos criativos individuais e no desenvolvimento dos processos de autoconhecimento que a arte e a criação permitem.”

Lídia Franco e Cecília Sousa quiseram fazer um trabalho em conjunto para explorarem as metodologias que cada uma tem aprofundado na sua prática teatral, nomeadamente as técnicas de Stanislavski e os instrumentos de Moreno. Mas ambas veem “o teatro como a arte onde tudo é possível. Todas as leituras, todas as artes. Todas as expressões. Esta opção de juntar a teoria num workshop de teatro vai permitir a coexistência da prática aliada às diferentes abordagens e técnicas da arte teatral”.

É, por isso, um workshop dirigido a toda a gente, atores, não atores, amadores e profissionais, que culminará numa apresentação final no dia 31 de julho. Já existe um plano para a peça, que permitirá a coexistência de várias épocas e metodologias e que integrará a criação conjunta do processo de trabalho ao longo dos meses do workshop. Quanto ao local de apresentação, Lídia Franco e Cecília Sousa têm o objetivo de levar o espetáculo a públicos menos habituados a ir ao teatro e estará para breve o anúncio do espaço escolhido.

As sessões decorrerão aos domingos, das 15h00 às 19h00, durante o mês de março, e aos sábados, das 10h00 às 14h00, durante os meses de abril, maio, junho e julho. Caso te queiras inscrever, escreve para teatrocomworkshop@gamil.com.

Texto de Rita Dias
Fotografia via press release

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.