O Hora de Encomendar é uma plataforma que reúne pequenos e médios fornecedores com entregas ao domicílio, nas mais variadas áreas.

Através do site, é possível aceder a uma lista de pequenos e médios fornecedores que estão atualmente disponíveis para entregar encomendas em Portugal. É possível navegar por cidade e aceder a fornecedores de frescos, talhos, mercearias, padarias, peixarias, pastelarias, farmácias e até floristas ou lojas de animais que estão ativamente a fazer entregas ao domicílio.

Em conversa com o Gerador, Miguel Leite, um dos cinco mentores do projeto, explicou por que motivo surgiu o Hora de Encomendar. “Nos primeiros dias da crise da Covid-19, apercebemo-nos de que as grandes superfícies não estavam a conseguir dar resposta às encomendas de produtos essenciais. Paralelamente, os pequenos e médios fornecedores também arriscavam perder clientes. Percebemos que era possível resolver estes dois problemas de uma vez só e por isso criámos o Hora de Encomendar, uma base de dados de pequenos e médios fornecedores”.

Esta base dados, que começou por estar organizada num ficheiro Excel, agora está disposta numa nova plataforma digital, com novas atualizações e funcionalidades, incluindo design atualizado, sistema de procura otimizado, organização por distrito e opção de encomenda direta aos fornecedores. As 150.000 visualizações em mais de trinta cidades vieram provar a necessidade do projeto e a consequente facilidade do acesso.

“A procura por estabelecimentos é feita em crowdsourcing, ou seja, são os nossos utilizadores que nos ajudam a encontrar fornecedores em todos os distritos do país. A submissão é feita diretamente no site e os fornecedores acrescentados na base de dados”. Por isso, se és um pequeno ou médio fornecedor e fazes entregas ao domicílio, podes inscrever-te no Hora de Encomendar, através do preenchimento de um formulário.

Miguel Leite e Miguel Almeida nos recursos de tecnologia, Guiomar Teles e Joana Rodrigues nos recursos da Agência de Comunicação António, e Helena Ferrete como responsável no Norte de Portugal são os elementos da equipa que garante que o Hora de Encomendar aconteça, sem qualquer apoio estatal ou institucional. Mas não trabalham sozinhos. “Temos mais de cinquenta colaboradores [voluntários] e todos os dias há novos pedidos para participar. Há um sentimento muito forte de entreajuda e uma vontade real em fazer parte da solução”.

Além do site, podes acompanhar o Hora de Encomendar no Facebook e no Instagram, onde vão sendo partilhadas as principais atualizações e nomes de fornecedores.

Texto de Rita Dias
Fotografia da cortesia de Hora de Encomendar

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.