"Apoiar bailarinos recém-formados, oferecendo-lhes uma plataforma onde se possam concentrar em desenvolver o seu talento, num ambiente profissionalizante de uma companhia de dança, idêntico ao que irão encontrar no seu futuro profissional, com a criação de redes de contactos que beneficiem o seu desenvolvimento técnico e artístico". É esta a missão assumida pela In Tranz YT, a nova companhia de dança que vai nascer em Famalicão.

O Dia Mundial da Dança, 29 de abril, será a data oficial de lançamento deste projeto que quer apostar nos novos talentos.

Em declarações à Lusa, Álvaro Santos, diretor artístico da Casa das Artes, em Vila nova de Famalicão, onde ficará sediada a nova estrutura, explicou que a In Tranz YT Cia. Jovem vai preencher uma "lacuna no panorama nacional", e servirá como uma "espécie de transição" entre o mundo académico e as companhias profissionais.

"Nós temos poucas companhias de dança de autor, faltam-nos companhias que possam desenvolver um trabalho de continuidade, de criação. E por arrasto faltam companhias para jovens acabados de se formarem integrarem e começaram a vida profissional", explicou.

A nova companhia será integrada por "bailarinos nacionais que se formaram lá fora e quem têm aqui a oportunidade de voltar a Portugal e trabalharem, por bailarinos estrangeiros, vindos de países como Itália, França e Japão, que também acabaram a sua formação e querem agora dar início às suas carreiras", de acordo com o responsável, que destaca as dificuldades inerentes a esta fase de transição.

Álvaro Santos referiu que a In Tranz YT Cia., "é uma companhia de âmbito europeu" que pretende "oferecer uma plataforma a jovens bailarinos, servindo como amostra do seu talento e para atrair os olhos de outras companhias de dança".

Além da aposta no talento jovem a companhia surge com a segunda missão de completar a oferta artística de Famalicão, que já possuía estruturas profissionais de teatro, circo e música, mas não de dança.

A In Tranz YT nasce de uma parceria entre a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, a Casa das Artes de Famalicão, do Cineteatro Louletano, da Compagnie Illicite-Bayonne, do Augsburg Ballet, da Orquestra Sem Fronteiras, da Associação ESTUFA, da Companhia Olga Roriz e dos estúdios Dance Fusion. A direção artística ficará a cargo de Cristina Pereira e Vasco Macide.

O primeiro espetáculo, intitulado IntraNzyt 0.0 vai estrear no dia 29, Dia Mundial da Dança, e é composto por três peças coreográficas que "abrem caminho à linha artística e estética da companhia". A entrada tem o valor de quatro euros ou dois euros para estudantes, portadores do Cartão Quadrilátero Cultural e seniores (a partir dos 65 anos).

Duas daquelas peças são estreias nacionais e uma estreia absoluta, sendo que este primeiro espetáculo é assinado por Fábio Lopez, Ana Isabel Casquilho, Cristina Pereira e Vasco Macide, e dará "início à criação de um repertório de dança que se quer criador de valor para os bailarinos, profissionais, companhias e parceiros envolvidos no processo, assim como para os público".

Texto por Sofia Craveiro e Lusa
Fotografia via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.