Está fechado o programa para a quinta edição do IndieJúnior Allianz – Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto. O evento voltará a propor um conjunto de novas histórias e outros tantos debates comprometidos com o dia-a-dia de famílias, crianças e jovens.

No total serão mostrados mais de 50 filmes que, este ano, incorporam noções de liberdade, ecologia, família e arte, numa programação que pesa em igualdade a diversão e o carácter educativo do cinema.

Face ao recente anunciado confinamento geral, o quinto IndieJúnior Allianz não poderá decorrer na totalidade nas datas previstas (26 a 31 de Janeiro), estando neste momento a ser acertado o seu adiamento para novas datas a anunciar em breve.

Mantém-se para já o programa online para escolas, uma das novidades já anunciadas deste ano. Completando o trabalho iniciado em novembro com a iniciativa "Eu Programo Um Festival de Cinema" (através da qual alunos de agrupamentos escolares do Porto integram a equipa de programação do festival), a plataforma online criada pelo festival permitirá a organização de sessões de cinema nas escolas.

Basta para esse fim que os professores interessados façam uma inscrição através da seguinte morada indiejunior.com/escolasporto demonstrando o seu interesse na sessão IndieJúnior Allianz na Escola. Mais informações poderão ser consultadas aqui.

Fotografia da cortesia da organização

Propondo um mundo de ideias e sonhos projetados no grande ecrã, o programa famílias integra, este ano, uma competição internacional composta de longas e curtas metragens de produção recente, a continuação do cinema de colo que propõe nova cenografia e experiência sensorial para crianças abaixo dos três anos, um cine-concerto com participação do violista José Valente e um programa especial em parceria com o Maus Hábitos no Porto. O alinhamento completa-se ainda com um debate em torno dos urgentes assuntos ambientais (Não Há Planeta B), que contará com a participação de elementos responsáveis pela organização da recente Greve Climática Estudantil, da Extincion Rebelion e da Zero Waste Portugal.

A edição 2021 do IndieJúnior Allianz recuperará ainda para o grande ecrã o clássico, O Estranho Mundo de Jack, uma escolha de Manuela Azevedo, vocalista dos Clã, para a secção O Meu Primeiro Filme.

Texto de Isabel Marques
Fotografia da cortesia da organização