Até ao final do mês de julho, dia 31, está aberta a iniciativa Call for Tenders, destinada à circulação transfronteiriça e distribuição digital de obras de artes performativas.

Tendo em conta o papel relevante das artes performativas na Europa, juntamente com os recentes efeitos devastadores do covid-19 na mobilidade transfronteiriça e na distribuição de obras, a Comissão Europeia decidiu tomar medidas, a fim de contribuir para “a criação de um sector mais resiliente e melhor adaptado ao ambiente digital”.

É neste âmbito que surge a presente convocatória orientada “para a criação de uma plataforma para a distribuição transfronteiriça de obras artísticas no espaço europeu, abarcando os seguintes sectores: teatro, dança, artes urbanas, circo e performance”, pode ler-se no comunicado de apresentação desta linha de apoio.

De acordo com as informações avançadas, a Call for Tenders pretende seleccionar uma entidade colectiva ou um consórcio de entidades para a criação de uma plataforma de promoção e distribuição transfronteiriça das artes performativas no espaço europeu.

“A nova plataforma terá diferentes funções: servirá como espaço para facilitar a ligação entre artistas, programadores e profissionais, oferecerá um repositório de obras disponíveis para distribuição futura, e incluirá uma secção para a gestão de convocatórias”, adiantam.

São elegíveis a concurso entidades colectivas (com personalidade jurídica) e consórcios, sendo que o orçamento total do concurso é de 2,5 milhões de euros, destinados a um único contrato, com a duração de 18 meses.

Podes consultar os documentos do concurso aqui.

Fotografia de Sara Kurfeß disponível via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.