Desde 2018 que, com regularidade, Catarina Barreiros, mais conhecida no Instagram por @catarinafpb, partilha dicas com os seguidores sobre um estilo de vida mais sustentável, e, claro, com menos desperdício. Atualmente, não usa papel higiénico e é apologista de uma mudança de hábitos na alimentação. É a instagrammer em destaque do Gerador.

“Acho que ao longo da minha vida sempre fui motivada a praticar alguns consumos mais sustentáveis”, começa por esclarecer Catarina Barreiros. Admite que foi com a avó que aprendeu os primeiros passos para a vida que nunca imaginou tornar-se sua. “Lembro-me de estar de pés descalços a comer maçãs das árvores, era muito normal para nós. Ou de estar a fazer pão com a minha bisavó. Foi uma infância muito feliz, que acho que ainda hoje faz falta conhecer.”

Ainda assim, a radical mudança viria a acontecer junto do seu marido. “Éramos amigos, ele levou-me a uma conferência da Bea Jonhson, sobre o zero waste, e lembro-me bem que passei a conferência a dizer que não fazia sentido nenhum o que ela dizia, só mais tarde é que me apercebi desta realidade.”

O verdadeiro clique ocorreu numas férias no Algarve. “Vimos uma revista no Algarve que falava da loja Maria Granel, que ficava relativamente perto de Lisboa, para fazermos as nossas compras, e foi assim que começamos a mudar aos poucos.”

Na altura, em 2018, muito fruto do que estava a desenvolver profissionalmente no campo do marketing digital, decidiu fazer a primeira compra na Granel e partilhar o produto no Instagram. Desde logo, o post foi um sucesso. “Começaram a surgir muitas dúvidas e muitas perguntas de pessoas sobre o que estava a fazer”, admite.

Ainda assim, o boom ocorreu quando fez uma partilha sobre a poupança da água com o chuveirinho. “Sabes aquela água quando ainda não está quente no banho? Nós guardamo-la num recipiente, e depois usamo-la no lavatório. Quando dei essa dica foi uma explosão de seguidores.” A verdade é que a influencer iniciou o caminho com 8.000 seguidores e, de momento, conta já com cerca de 65.000.

Face ao rápido crescimento, e à necessidade de partilhar, ainda mais, com a sociedade, criou um blog. O “Do Zero” nasceu em 2019 e “é um espaço com informação mais aprofundada”, explica Catarina.

Ainda assim, o site vai além da partilha de conteúdos. Atualmente, a plataforma possui uma loja online com os produtos que a instagrammer recomenda. “As pessoas perguntavam-me muito onde eu comprava os meus produtos, então criei uma loja com os produtos que, enquanto consumidora, usava. Assim, as pessoas sabem quais são os produtos que eu uso e que eu recomendo. Não está lá nada que não tenha experimentado, ou que não tenha gostado de usar”, afirma.

Este funciona com um regime de entregas via pick up, sendo a própria caixa não composta por “matérias primas virgens”. Esclarece “que as caixas são todas reaproveitadas. Não deitamos nada de fora. Usamos tudo o que nos dão.”

Apesar de todo o esforço, admite que grande parte da população portuguesa não está consciencializada para esta causa ambiental. “Vivemos numa posição de prestígio em Portugal. A generalidade das pessoas que vê televisão ou lê jornais, não vive com as alterações climáticas à porta.”

Acrescenta, ainda, que “há muitas terras que já nem sequer produzem. Há muitas casas que nem água têm. Não percebemos diretamente que estamos a acabar com a natureza. Não percebemos que, em 2030, quando abrirmos a torneira, a água não vai sair.”

Face a isto, deixa uma mensagem ao mundo: “Tudo conta. Todos os gestos contam. Não temos de fazer tudo para mudar o mundo, mas temos de fazer alguma coisa.”

Texto de Isabel Marques
Fotografia da cortesia de Catarina Barreiros