No âmbito do programa maat Mode, é apresentada esta quarta-feira, dia 8 de julho, no MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, em Lisboa, a instalação ao vivo do realizador espanhol Carlos Casas, seguido de um concerto com o músico e artista visual Filipe Felizardo.

Esta será a primeira noite com curadoria da Discrepant para o maat Mode 2020, com a apresentação de uma obra que explora as possibilidades encerradas por comunidades herméticas isoladas nos confins do mundo, sugerindo que esses lugares, sejam ou não reais, prevalecerão quando todos os demais desaparecerem.

À obra,  em permanente desenvolvimento e pensada para integrar as especificidades dos lugares onde é apresentada, Carlos Casa chamou Avalanche.  Trata-se de um projeto sobre Hichigh, uma das mais altas aldeias povoadas do mundo, situada no Maciço do Pamir, no Tajiquistão, também conhecido como “o teto do mundo”. Será exibida como instalação ao vivo multiecrã, com música ao vivo do guitarrista português Filipe Felizardo.

Imagem de Carlos Casas