Olhó Gajo é o título da Revista Gerador de Maio, cujo propósito é desmistificar realidades daqueles que são muitas vezes vistos como os “outros”. Se ainda não tens a tua, fica aqui um cheirinho das viagens que andas a perder pela cultura portuguesa :-)

Antes de mais, o belo do design ficou a cargo da Catarina Gaspar, da Inês Figueiredo, da Mafalda Santos, da Marta Fróis e da Sara Abrantes. Foi fruto de uma parceria entre o Gerador e a ESAD das Caldas da Rainha e lá nasceu, pela mão destas alunas, a proposta que veio arrebatar os nossos corações.

Viajámos por baixo da terra no Metropolitano de Lisboa, com quem festejámos os 70 anos e os primeiros passos artísticos da Carlota Rodrigues, Catarina Munhá, Joana Imaginário, Marta Ferreira e Maria Imaginário. Fomos até Moura celebrar com a comunidade de ciganos que nos recebeu, e até Minde, conhecer aqueles que falam o mindrico, que é a língua desta terra. Passámos também na vila de Belmonte, para ouvir as histórias da maior comunidade judaica de Portugal, e, algumas páginas à frente, ficámos a saber como foi chegar a Portugal, pelas palavras do iraniano Davoud Ghorbanzadeh.

No Café Central, a ponto Cristina Vidal e o projecionista Maximino Santos mostraram-nos que na cultura também há minorias e falaram-nos daquele que pensam ser o fim das suas profissões. Vivemos ainda sete aventuras diferentes sobre a diferença, ao longo das páginas de BD do Diogo Seabra. No meio disto tudo, ainda conseguimos dar um pulinho a Macau e a Londres com as nossas autoridades locais, que quiseram que ficássemos a conhecer aquilo que se faz lá longe e ainda assim é um bocadinho nosso.

Agora que já não falta muito para a chegada do próximo número, é a altura perfeita para pores a leitura em dia antes que fiques para trás. Pede aqui a tua Revista Gerador de Maio e lê tudo isto e muito mais :-)

Fotografia de Inês Costa Monteiro