Foca é a nova galeria online de fotografias desenvolvida por Joana Linda e oito fotógrafos durante o mês de dezembro com o intuito de recuperar as mazelas provocadas pela pandemia.

A quebra de rendimentos pela diminuição do trabalho em grande escala deu azo à criatividade da fotógrafa e realizadora Joana Linda, que até dia 20 de dezembro acolhe na plataforma uma venda de natal no Tumblr com obras autorais e dos fotógrafos portugueses Alípio Padilha, Lisboeta Italiano, Matilde Cunha, Matilde Viegas, Pauliana Valente Pimentel, Renato Cruz Santos, Rui Dias Monteiro e Vera Marmelo, cujo trabalho admira e acompanha.

O projeto iniciou-se no passado domingo, dia 22 de novembro, e Joana Linda refere que o mesmo advém da falta de apoio significativo do Estado, o que complicou ainda mais o esforço do setor artístico no que diz respeito à conciliação do trabalho artístico pessoal e o trabalho comercial, que identifica como “uma árdua tarefa de fazer malabarismo”.

“A falta de apoio do Estado à cultura não é um problema que surgiu com a pandemia, já vinha de trás, só agudizou” acrescenta.

São 18 fotografias expostas e cada artista tem duas das suas obras com o tamanho de 30x40cm no valor de 150€ com portes incluídos.

A exploração de redes de partilha de texto, imagem e vídeo não é algo novo para a criadora que menciona ter interagido com o Livejournal, para além do Tumblr, para publicitar e vender as suas obras, mas em tempos de pandemia a reinvenção aparenta tornar-se mais necessária, não só por uma questão de sobrevivência, mas, também, enquanto esperança de que tempos melhores virão para a cultura.

“Esta foi uma maneira de gerar um sentimento de micro comunidade, chamar a atenção para o trabalho uns dos outros e tentar, no processo, ganhar um dinheiro extra para colmatar a diminuição drástica de rendimentos que a maioria de nós sentiu com o surgimento da pandemia.”

O nome “FOCA” é resultado “de uma qualquer gaveta de infância”, como diz, que se abriu enquanto mentalmente passavam imagens de momentos em que a fotografia era um fator determinante, tal como, a venda temporária que realiza agora.

Quanto ao nome do projeto, diz-nos: “Há aquela piada parva que os putos fazem, imitar uma foca enquanto dizem "foca, foca, foca" quando o fotógrafo vai à escola e está a tirar a clássica fotografia de grupo, deve ter surgido daí”.

As encomendas podem ser efetuadas pelo email: a.foca.que.foca@gmail.com

Texto de Filipa Bossuet
Fotografia da cortesia da FOCA
Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.