Depois de uma temporada dedicado ao Pavilhão Português na Bienal de Veneza, João Ribas foi nomeado diretor do espaço REDCAT, parte integrante do California Institute of the Arts (CalArts). O antigo diretor de Serralves substitui, desta forma, Mark Murphy, que tinha deixado o seu lugar há um ano.

Sobre o cargo que assume a partir do dia 1 de junho de 2020, João Ribas disse ao ARTnews que nota que “o papel do REDCAT enquanto extensão do CalArts tem sido inovador, na medida em que se tem focado sempre na experimentação e nas práticas multidisciplinares”. Acrescenta ainda que “a diversidade de arte que suporta começa no campus do CalArts e estende-se por Los Angeles inteiros, e mais além”.

Há cerca de dois anos a Fundação de Serralves avançava uma notícia semelhante, dando a conhecer João Ribas - que trabalhava como curador chefe na instituição desde 2014 - como novo diretor, substituindo assim Suzanne Cotter. Em setembro de 2018, após meio ano na direção artística, Ribas demitiu-se, a propósito de um episódio de censura por parte da administração da Fundação numa exposição retrospectiva dedicada a Robert Mapplethorpe. 

João Ribas é natural de Portugal, mas mudou-se cedo para Newark com os pais. Formou-se em Estudos Culturais e Filosofia, pela New School for Social Research, em Nova Iorque, estagiou no MoMA Ps1 e acabou por se tornar curador do Drawing Center. Seguiu para o MIT List Visual Arts Center até, em 2014, se mudar para Portugal, para trabalhar em Serralves. 

Num comunicado citado pelo ARTnews, Ravi Rajan, diretor do CalArts diz que “João traz uma prática profunda de trabalhar diretamente com artistas a apresentar trabalho novo e tem sido um grande campeão da expressão livre e diversidade, valores que se tornaram importantes para ele pela sua experiência ao crescer como imigrante em Newark, New Jersey”. 

O REDCAT é o espaço do CalArts dedicado à arte contemporânea. Identifica-se como um “centro multidisciplinar para artes visuais, performativas e media arts inovadoras” e questiona o mundo através de performances, exposições, eventos literários e de exibição de filmes. Podes saber mais sobre o REDCAT, aqui

Texto de Carolina Franco
Fotografia disponível via Shifter

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.