Terça-feira, 18 de junho, às 21h que o Centro de Documentação do Mosteiro de São Bento da Vitória, no Porto, celebra 9 anos de Leituras no Mosteiro com Feliz Aniversário, de Harold Pinter.

Promovida pelo Teatro Nacional São João (TNSJ), que em 2010 se deu a primeira sessão de Leituras no Mosteiro, e desde então foram mais de 8 mil leitores que tiveram a oportunidade de devorar obras de 250 autores, nacionais e internacionais, dos clássicos aos contemporâneos. Idealizadas pelo ator Daniel Pinto, juntamente com o Novo Grémio do Porto e o TNSJ que as leituras, foram criadas para ler e dar a ler, dizer e discutir palavras em voz alta.

Para além da celebração dos nove anos destas sessões, é também o encerramento desta temporada de Edição de Bolso, na qual foi possível visitar o mundo da edição de textos dramáticos durante os anos 1950-60, por onde passaram os textos do Marquês de Sade, Diálogo Entre Um Padre e Um Moribundo e ainda As Moscas de Jean-Paul Sartre.

O fecho será feito com a leitura da histórica tradução de Artur Ramos e Jaime Salazar Sampaio que a Prelo Editora editou em 1967 da primeira peça longa de Harold Pinter, Feliz Aniversário. Pinter descreve o processo de transformação de um homem indolente, sem qualidades, num espécime novo, útil à sociedade: um homem “rico”, “reeducado”, “reintegrado”. Em 1958, para Harold Hobson, “Pinter percebeu um dos factos mais básicos da existência humana: vivemos à beira do desastre”.

Texto de Rita Matias dos Santos
Fotografia de ®TUNA

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.