De dias 9 a 30 deste mês, Lisboa acolhe o The New Art Fest, uma iniciativa dedicada à arte digital e new media que reúne artistas e curadores de todo o mundo na capital portuguesa. O Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, o Museu Nacional de História Natural e da Ciência (Picadeiro), a sede da Ordem dos Arquitectos e a Sociedade Nacional de Belas Artes são alguns dos locais que vão albergar este evento.

O The New Art Fest vai já na sua 3ª edição e o tema escolhido este ano é “America Online/Net Generation”. Com um enfoque na arte digital de todo o continente americano, o público é, consequentemente, convidado a refletir sobre o contexto da desmaterialização das artes e os desafios associados às obras de arte que refletem as transformações contemporâneas da tecnologia e da ciência.

A direção artística está a cargo de António Cerveira Pinto e, entre os curadores convidados para o evento, que oferece exposições, conferências, performances e workshops, estão nomes como Brian Mackern, Gustavo Romano e Nilo Casares.

A pensar no público mais jovem, é ainda apresentado o projeto “NitroPortugal”, do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa e da Cultivamos Cultura, no qual a arte se junta à tecnologia para explicar aos mais pequenos os impactos provocados pelo excesso de azoto no ambiente.

Tendo ambos chegado a Lisboa no ano de 2016, o The New Art Fest e a Web Summit estabelecem desde então uma relação profícua para ambos, no que toca ao alinhamento temático do encontro da arte com a tecnologia. O The New Art Fest 2018 vai, assim, marcar presença também na Web Summit, com iLand in Sickness in Health (2018), de Regina Frank.

Texto de Carolina Gaspar

 


Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal clica aqui.