A Livraria Lello, no Porto, inaugurou um novo espaço: uma sala dedicada ao único Nobel da Literatura português, José Saramago. Na cerimónia marcaram presença Pilar del Rio, presidente da Fundação José Saramago, e o escritor José Luís Peixoto considerado um dos herdeiros de Saramago e vencedor do prémio com o nome do escritor, em 2001. Na cerimónia foi ainda inaugurada uma instalação de D.W. Pine, diretor criativo da revista "Time", que congrega uma série de capas da publicação americana dedicadas aos prémios Nobel.

O piso de cima da Lello está agora dividido em dois. De um lado, os escritores que foram laureados com o Nobel, como Rudyard Kipling, William Faulkner, Winston Churchill e Toni Morrisson. Do outro lado, o nome de personalidades da literatura eleitas pelos visitantes da Lello. São personalidades que nunca foram galardoadas mas que o mereciam igualmente, como é o caso de Federico Garcia Lorca ou William Shakespeare, entre tantos outros.

Na sala dedicada a José Saramago estão expostas somente edições suas, assim como uma vitrina com alguns objetos pessoais que agora estão ao alcance dos visitantes. 

Texto de Isabel Marques
Fotografia disponível via facebook Livraria Lello