O museu, enquanto instituição cultural, pode servir o propósito de inclusão social? No dia 9 de março, sexta-feira, Luís Monteiro traz esta e outras questões para o lançamento do seu livro. A sessão decorre a partir das 18h30, na Liquidâmbar, em Coimbra.

"O Museu em tempos de crises. O papel dos museus na resposta à crise dos refugiados na União Europeia do século XXI" é o resultado do trabalho de investigação de Luís Monteiro que, através da sua análise, sugere dois momentos distintos. Se, por um lado, há uma "visão histórica sobre a função social dos museus e, em especial, sobre a importância que os serviços educativos possuem na tarefa de aproximar o museu das comunidades onde está inserido”; por outro também se expõe "uma análise comparativa entre um enquadramento jurídico português do direito de asilo e um conjunto de considerações à luz do Direito da União Europeia, adotando-se uma perspetiva crítica sobre a efetivação desses direitos”. No fundo, uma obra que procura aproximar-se de respostas à atual crise humanitária dos refugiados que frequentemente chegam à Europa através dos museus e dos respetivos serviços educativos.

Além da presença do autor, a sessão de lançamento conta com o editor Rui Alexandre Grácio e o investigador Bruno Sena Martins. Espera-se um momento de apresentação do livro, com uma conversa entorno das temáticas inerentes ao título em questão. A obra pode ser adquirida no local, mas também já se encontra disponível online. No dia 14 de março, sábado, há ainda outra sessão de lançamento na Flâneur, no Porto.

Luís Valentim Pereira Monteiro é ainda deputado do Bloco de Esquerda. O seu percurso formativo passou sobretudo pela cidade do Porto, onde começou por estudar Design de Produto na Escola Artística Soares dos Reis. Mais tarde, realizou uma licenciatura em Arqueologia e, de seguida, em Museologia. Em 2005, tornou-se o mais jovem deputado no Parlamento ao ser eleito para as listas do Bloco de Esquerda para o círculo eleitoral do Porto. Em 2019, voltou a ser novamente eleito, dedicando o seu trabalho às áreas do Ensino Superior e da Ciência.

 

Texto de Mafalda Lalanda
Imagem (da capa) via Grácio Editor

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.