Mano a Mano, o duo composto pelos irmãos madeirenses André e Bruno Santos, levam o seu terceiro disco até ao Centro Cultural de Belém (CCB) já no dia 25 de janeiro, pelas 21h. Para este concerto convidaram a Rita Redshoes e um ensemble de cordofones madeirenses composto por Roberto Moritz, Graciano Caldeira e Gustavo Paixão.

Para além da presença dos convidados, podemos contar com a habitual parafernália de guitarras elétricas, pedais e cordofones madeirenses, como a braguinha e o rajão, que levam para um palco onde recriarão um cenário que nos remete para a sala de estar onde tudo começou num ambiente íntimo e familiar, recebendo o público em sua casa.  O cenário está a cargo do ateliê de arquitetura Ponto Atelier, com apoio do Jardim Botânico da Ajuda.

No Vol.3, terceiro disco da dupla, André e Bruno compuseram e fizeram arranjos, explorando as inúmeras possibilidades que um duo de guitarras (e alguns efeitos) oferece, acrescentando-lhes o rajão e a braguinha, instrumentos tradicionais da ilha da Madeira, de onde são naturais. Para além da cumplicidade musical e virtuosismo de dois dos guitarristas de jazz mais sonantes do país, o espetáculo será marcado por algum humor e conversas com o público de forma a contextualizar e explicar a origem e razão de cada canção tocada.

 Canção em Lá, de André Santos

Aquando do lançamento do terceiro volume de Mano a Mano, os irmãos receberam o Gerador na sua sala de estar, resultando esse encontro numa entrevista que podes reler, aqui.

Texto de Andreia Monteiro
Fotografia de David Cachopo

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.
mano-a-mano-no-ccb