Nos dias 5, 6 e 7 de junho, a  cooperativa “Artistas de Gaia” promove uma maratona de 50 horas de desenho, a realizar na fábrica de lápis Viarco.

A atividade criativa está inserida no programa Onda Bienal 2020 e pretende juntar artistas, convidados e inscritos, no atelier de desenho da Viarco, em São João da Madeira. Durante as 50 horas estarão sempre um máximo de oito artistas a criar ao mesmo tempo, em turnos de quatro horas consecutivas.

Os participantes poderão realizar desenhos individuais ou a várias mãos, e espera-se que possa haver assim uma maior sensibilização para o uso do traço manual no exercício da atividade. Em declarações à agência Lusa, o diretor da  Onda Bienal, Agostinho Santos, afirma que “com a inovação tecnológica, o desenho à mão tende a ser substituído” [por técnicas informáticas] e por isso, se revela tão importante estimular os criadores contemporâneos para o desenho.

Para Agostinho Santos, nenhum outro local faria mais sentido que a Viarco, já que esta “produz a ferramenta principal destas criações – que ganham ainda mais expressão em tempos tão carregados de emoção e simbolismo como os que vivemos”. A fábrica irá assim disponibilizar, além do seu atlier, os materiais de escrita como lápis, ceras e grafites, ficando o papel e os pincéis ao encargo da marca Fabriano e Van Gogh, respetivamente.

Os trabalhos finais serão posteriormente selecionados pela cooperativa de Vila Nova de Gaia e darão origem a uma exposição pública.

Texto de Bárbara Dixe Ramos
Fotografia disponível em Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.