Foi recentemente lançado um guia dos espaços culturais do concelho de Matosinhos em braille. A publicação parte da Câmara Municipal através do Centro de Leitura Especial da Biblioteca Municipal Florbela Espanca

No total são vinte espaços culturais reunidos, com informação detalhada sobre cada um. O principal objetivo é, segundo a Câmara Municipal, facilitar o acesso de pessoas portadoras de deficiência visual aos acervos, exposições e espetáculos disponíveis no concelho. O guia já está disponível para consulta em cada um dos vinte espaços selecionados, existindo também a possibilidade deste ser enviado por correio.

Entre os vinte espaços estão a Biblioteca Municipal Florbela Espanca, a Galeria Municipal, o Museu da Quinta de Santiago, a Casa do Design, o Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery e os restantes equipamentos que integram a Rede de Museus de Matosinhos.

Na publicação são apresentados sumariamente um a um, inclusive com informações sobre a sua programação e horários, e ainda uma lista com as publicações em braille disponíveis em cada local, bem como objetos e quadros tácteis que estejam pensados para cegos ou pessoas com um baixo nível de visão.

Além de todas as informações dirigidas a portadores de deficiência visual, disponibiliza ainda informações sobre a facilidade de acesso para pessoas com mobilidade reduzida.

De acordo com o comunicado de imprensa enviado pela Câmara Municipal de Matosinhos, o Centro de Leitura Especial da Biblioteca Municipal Florbela Espanca “tem como objetivo a democratização do acesso à informação e à cultura, e a efetiva integração das pessoas deficientes, seja motivando-as para a leitura, seja produzindo bibliografia em suporte braille e digital, dirigida a todas as idades.”

Podes saber mais sobre a Biblioteca Municipal Florbela Espanca, aqui

Texto de Carolina Franco
Fotografia de Ralph Aichinger disponível via Flickr

Se queres saber mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.