fbpx

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

MEMEX: aplicação de partilha de histórias combate a exclusão socio-cultural

“MEMories and EXperiences for inclusive digital storytelling” é um projeto europeu inovador que se serve…

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

“MEMories and EXperiences for inclusive digital storytelling” é um projeto europeu inovador que se serve da tecnologia e do património para combater o risco de exclusão socio-cultural. O MEMEX é uma aplicação na primeira fase de construção, disponível para a realização de teste nas comunidades em risco de exclusão em Lisboa, Paris e Barcelona.

Com parceria da Mapa das Ideias e da ARDITI - Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação, e coordenado pelo Instituto Italiano de Tecnologia, o projeto MEMEX conta ainda com apoio do Instituto Marquês de Valle Flôr, a Associação Lusofonia Cultura e Cidadania e a Academia de Produtores Culturais.

O aplicativo permite aos seus utilizadores partilhar histórias, em conjunto com as oficinas de storytelling com comunidades nas três cidades, Lisboa, Barcelona e Paris, orientadas, respetivamente pela Mapa das Ideias, Interarts e Associação Michael Culture. Neste contexto, as comunidades são desafiadas a escrever e partilhar os seus interesses, memórias e pensamentos, através de uma narrativa enriquecida com conteúdos multimédia de fotografia, vídeo e gravações de voz. Este conjunto de histórias são associadas, posteriormente, a um sítio do património local.  

Um estudo, conduzido pelo Instituto de Tecnologias Interativas – LARSyS, em parceria com a Mapa das Ideias e o Instituto Marquês de Valle Flôr, convidou um conjunto de jovens migrantes para partilhar e co-criar histórias, que resultaram numa lista de requisitos para a elaboração e design da primeira versão da aplicação.

Entre outubro de 2020 e maio deste ano, migrantes da lusofonia em Lisboa, mulheres migrantes em Barcelona e habitantes de um bairro prioritário de Paris, num total de 34 participantes de idades superior a 30 anos e inferiores a 80, estiveram envolvidos nas três fases piloto do projeto, criando mais de 30 histórias para a aplicação.

Segundo o projeto MEMEX, “os participantes mostraram um empenho e interesse na exploração da aplicação, usando as ferramentas para criar e partilhar as histórias previamente criadas”, recorrendo ao exemplo de uma mulher espanhola que achou surpreender poder escrever sobre o que sente, “como viajante, achei muito importante ter esta aplicação para partilhar os nossos escritos, os nossos sentimentos”.

Na cidade de Lisboa, os participantes envolvidos na primeira fase da aplicação, procuraram criar uma ligação das suas histórias com o património cultural. “Uma estátua que transmite felicidade ou alegria pode transmitir o oposto a outra pessoa. É interessante saber o que outras pessoas veem no mesmo elemento patrimonial”, conclui um participante.

O projeto MEMEX terá uma duração de três anos, de 2019 a 2022, e é financiado pelo programa Horizonte 2020. A segunda versão da aplicação está prevista para o próximo mês de julho. Para acompanhar a evolução do projeto consulte aqui.

Texto de Ana Mendes
Fotografias de MEMEX

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.

Se este artigo te interessou vale a pena espreitares estes também

17 Julho 2024

Mais de 1800 pessoas e entidades defendem “liberdade de escrever, de publicar e de ler”

10 Julho 2024

Junho de 2024 foi globalmente mais quente do que qualquer junho de que há registo

4 Julho 2024

Porto: novo programa apoia melhorias na casa de pessoas com deficiência

25 Junho 2024

Último Recurso esteve no principal fórum climático que prepara as decisões da COP29

11 Junho 2024

Prémio Fundações vai dar 50 mil euros a projetos de arte, ciência, cidadania e solidariedade

4 Junho 2024

Irene Flunser Pimentel: “o identitarismo é a grande arma da extrema-direita”

28 Maio 2024

Tiago Fortuna: “a deficiência é um espaço de combate para quem a habita”

21 Maio 2024

Mulheres na política: movimento cívico quer subir o limiar da paridade para 50%

15 Maio 2024

No IndieLisboa 2024 o “olhar atento e urgente sobre o mundo” ecoa em todos os filmes

14 Maio 2024

António Sampaio da Nóvoa: “a melhor política educativa é a valorização daquilo que já se faz”

Academia: cursos originais com especialistas de referência

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Financiamento de Estruturas e Projetos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Fundos Europeus para as Artes e Cultura II – Redação de candidaturas [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Produção de Eventos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Narrativas animadas – iniciação à animação de personagens [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Viver, trabalhar e investir no interior [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Criação e manutenção de Associações Culturais (online)

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Soluções Criativas para Gestão de Organizações e Projetos [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Escrita para intérpretes e criadores [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Comunicação Cultural [online e presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Introdução à Produção Musical para Audiovisuais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Jornalismo e Crítica Musical [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação ao vídeo – filma, corta e edita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

Investigações: conhece as nossas principais reportagens, feitas de jornalismo lento

22 Julho 2024

A nuvem cinzenta dos crimes de ódio

Apesar do aumento das denúncias de crimes motivados por ódio, o número de acusações mantém-se baixo. A maioria dos casos são arquivados, mas a avaliação do contexto torna-se difícil face à dispersão de informação. A realidade dos crimes está envolta numa nuvem cinzenta. Nesta série escrutinamos o que está em causa no enquadramento jurídico dos crimes de ódio e quais os contextos que ajudam a explicar o aumento das queixas.

5 JUNHO 2024

Parlamento Europeu: extrema-direita cresce e os moderados estão a deixar-se contagiar

A extrema-direita está a crescer na Europa, e a sua influência já se faz sentir nas instituições democráticas. As previsões são unânimes: a representação destes partidos no Parlamento Europeu deve aumentar após as eleições de junho. Apesar de este não ser o órgão com maior peso na execução das políticas comunitárias, a alteração de forças poderá ter implicações na agenda, nomeadamente pela influência que a extrema-direita já exerce sobre a direita moderada.

A tua lista de compras0
O teu carrinho está vazio.
0