fbpx

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

Mescla com Aníbal Zola

Aníbal Zola, natural do Porto. Deu os primeiros passos na música na escola primária sendo…

Texto de Redação

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

Aníbal Zola, natural do Porto. Deu os primeiros passos na música na escola primária sendo o piano o seu primeiro instrumento. Mais tarde estudou guitarra, seguindo-se o baixo elétrico. Aos 25 anos, volta à Escola de Jazz do Porto para estudar contrabaixo.

Actualmente faz parte dos projectos Palankalama, Les Saint Armand, Projecto Ferver, Carol Mello e é membro fundador do projecto Aníbal Zola. Desde 2014 que utiliza a voz como um instrumento de forma profissional, apresentando espectáculos a solo ou em banda interpretando temas seus e fazendo versões de bossa nova, música portuguesa entre outras.

Em março de 2018 lançou o primeiro álbum em nome próprio intitulado BaiumbadaiumbéNo dia 28 de fevereiro deste ano editou um novo disco, amortempo, que inclui canções em português com uma abordagem musical de busca de identidade produzido por um contrabaixista. Resulta do desejo de juntar o contrabaixo e a voz a um conjunto generoso de participações de outros músicos que têm vindo a cruzar-se com Aníbal Zola. Procura essencialmente fundir música portuguesa com música latino americana e dá, com frequência, espaço para a improvisação. As letras não são mais do que as próprias inquietações do artista que se espelharam em temas já muito explorados pela humanidade, e que, em Aníbal Zola, surgiram através de um processo bastante inocente.

Quanto à sua seleção musical disse-nos que: "Optei por uma lista só com artistas já consagrados, não por não haver artistas emergentes incríveis, bem pelo contrário, foi uma opção."

Fica com a sua seleção de 10 músicas, aqui:

José Mário Branco, "Fado da Tristeza"

"Um fado com uma letra que diz que não há que inventar alegrias se estiveres triste é, para mim, genial."

Fausto Bordalo Dias, "Foi por ela"

"O Fausto é um artista que eu percebi há pouco tempo, na realidade, foi o álbum Por este rio acima que me ensinou. Esta música tem sido uma obsessão recente minha."

Jorge Palma, "Dá-me Lume"

"Na minha cabeça foi esta música que me ensinou a cantar, pelo menos foi das primeiras que me disseram que eu imitava quase igual. É uma música especial para mim, sem dúvida."

JP Simões, "1970 (retrato)"

"Esta é uma música que sempre me inspirou muito, letra, composição, imaginário, tudo perfeito."

Miguel Araújo, "Sete Passos (Carolina)"

"Acho esta música muito bem composta e com uma letra que transmite ternura. Põe-me realmente a pensar para quem é que ele está a falar, será a filha? A mulher? É inventado?"

Ornatos Violeta, "Mata-me outra vez"

"O cão é O disco dos ornatos para mim, ouvi-o umas 1000 vezes, esta é das minhas preferidas."

Zeca Afonso, "Galinhas do mato"

"Escolhi uma música sem palavras propositadamente. O Zeca é muito mais do que as letras e a intervenção política."

Cool Hipnoise, "Sofá"

"Ponho esta música aqui meio que em jeito de comédia, mas na realidade esta ideia de explorar a preguiça em letras é algo que eu já tentei fazer e acho que vem daqui. Mais uma vez tenho um CD com esta música (acho que é um best of de Cool Hipnoise, na realidade) que me fartei de ouvir e esta música fazia-me sempre soltar uma gargalhada, punha-me mesmo bem disposto. A verdade é que nunca mais a esqueci."

Dead Combo, "Lisboa Mulata"

"Uma das grandes bandas portuguesas deste século, tinha de estar nesta minha lista. Gosto particularmente desta música pela abordagem mais africana."

Samuel Úria, "Essa Voz"

"Até ter ouvido esta música não percebia muito bem o Samuel Úria, mas esta música fez-me render totalmente ao seu talento. Adoro a ideia da música e a forma como essa ideia foi materializada."

Fotografia de Catarina Carvalho

Se queres ouvir mais Mesclas da Semana, clica aqui.

Publicidade

Se este artigo te interessou vale a pena espreitares estes também

24 Junho 2024

Mescla com Lana Gasparøtti

17 Junho 2024

Mescla com Dreia

10 Junho 2024

Mescla com Monday

3 Junho 2024

Mescla com Miss Universo

27 Maio 2024

Mescla com Meses Sóbrio

20 Maio 2024

Mescla com Allis

13 Maio 2024

Mescla com E.se

6 Maio 2024

Mescla com Renato Chantre

29 Abril 2024

Mescla com SFISTIKATED

22 Abril 2024

Mescla com Carlos Cavallini

Academia: cursos originais com especialistas de referência

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Jornalismo e Crítica Musical [online ou presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Pensamento Crítico [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Práticas de Escrita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Produção de Eventos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Introdução à Produção Musical para Audiovisuais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Soluções Criativas para Gestão de Organizações e Projetos [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Comunicação Cultural [online e presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

O Parlamento Europeu: funções, composição e desafios [para entidades]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação à Língua Gestual Portuguesa [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação ao vídeo – filma, corta e edita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

O Parlamento Europeu: funções, composição e desafios [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Fundos Europeus para as Artes e Cultura I – da Ideia ao Projeto

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Comunicação Digital: da estratégia à execução [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Narrativas animadas – iniciação à animação de personagens [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Viver, trabalhar e investir no interior [online]

Duração: 15h

Formato: Online

Investigações: conhece as nossas principais reportagens, feitas de jornalismo lento

5 JUNHO 2024

Parlamento Europeu: extrema-direita cresce e os moderados estão a deixar-se contagiar

A extrema-direita está a crescer na Europa, e a sua influência já se faz sentir nas instituições democráticas. As previsões são unânimes: a representação destes partidos no Parlamento Europeu deve aumentar após as eleições de junho. Apesar de este não ser o órgão com maior peso na execução das políticas comunitárias, a alteração de forças poderá ter implicações na agenda, nomeadamente pela influência que a extrema-direita já exerce sobre a direita moderada.

22 ABRIL 2024

A Madrinha: a correspondente que “marchou” na retaguarda da guerra

Ao longo de 15 anos, a troca de cartas integrava uma estratégia muito clara: legitimar a guerra. Mais conhecidas por madrinhas, alimentaram um programa oficioso, que partiu de um conceito apropriado pelo Estado Novo: mulheres a integrar o esforço nacional ao se corresponderem com militares na frente de combate.

A tua lista de compras0
O teu carrinho está vazio.
0