Mais que uma ideia, Bateu Matou é uma vontade – uma vontade de transformar o pulso do Global Bass e a forma como Lisboa se mexe numa banda de baile novo. É tão simples como isso, a força percussiva que se cria quando RIOT (Buraka Som SIstema), Ivo Costa (BATIDA, Sara Tavares) e Quim Albergaria (PAUS) se juntam tem um e apenas um objectivo – fazer dançar.

No dia 29 de março, às 21h15, no Titanic Sur Mer, os Bateu Matou vão tocar no festival MIL. MIL (Lisbon International Music Network 2019), o festival e convenção dedicado a colocar a música portuguesa na rota dos eventos internacionais, ocupa diversas salas de espetáculo e clubes noturnos do Cais do Sodré entre os dias 27 e 29 de março. Este festival foca-se na produção musical lusófona, que chega aos quatro cantos do mundo, dando a conhecer mais de 70 artistas vindos de todo o globo.

Estas são as 10 escolhas da música portuguesa que os Bateu Matou partilharam connosco:

Dino Santiago, Fidju Poilon
SCURU FITXADU, KEN KI FRA
Carminho, o menino e a cidade
PEDRO MAFAMA, ARDER CONTIGO
Sara Tavares, Fitxado
Cordel, Se vieres amanhã
HOLLY HOOD, MIÚDA
Mgdrv,  Reset
Prof Jam, Água de coco
Conan Osíris,  Telemóveis

O Gerador é parceiro do MIL
Fotografia de Ana Viotti

Se queres ouvir mais Mesclas da Semana, clica aqui.