Filipe Melo divide-se por várias áreas artísticas: música, cinema e banda desenhada. Dedicou-se ao piano desde cedo, com especial interesse pelo jazz e pela improvisação. Conta com mais de 20 discos gravados como sideman e compôs dezenas de bandas sonoras para peças de teatro.

No cinema, criou a curta "I´ll See You in My Dreams" (2003), vencedora do Fantasporto, do Méliès d´Or e de mais 12 prémios internacionais e "Um Mundo Catita” (2008).

Paralelamente, dedica-se à banda desenhada. Editou Os Vampiros (2016), Sleepwalk (2017) – que deu origem ao livro Comer/Beber e a uma curta-metragem vencedora do Prémio Sophia — e, em 2020, lançou a novela gráfica Balada para Sophie.

Em 2021, concorreu ao Festival da Canção com a canção "Contramão", com música sua, letra de Teresa Sequeira e interpretação de Sara Afonso.

Esta é a lista de 10 músicas de autores portugueses que partilhou connosco:

“Sexto Andar”, Clã
“Olhar”, Bernardo Sassetti
“Aeromoço”, Samuel Úria
“Fado”, Mário Laginha“Prelude” (from the "Petite Suite"), António Fragoso
“Passos em Volta”, Jorge Palma
“Domingo”, Benjamim
“QMD”, Conan Osíris
“Phase”, RED Trio + Nate Wooley
“Plaid and Denim”, Minta and the Brook Trout
O Festival da Canção, mais do que um concurso, é uma celebração da música portuguesa e dos seus autores, por isso, desafiámos os talentosos participantes da edição de 2021 a partilharem connosco as suas 10 músicas nacionais preferidas. Todas as segundas sintoniza no site Gerador e descobre as Mesclas Especiais Festival da Canção 2021, aqui.
Fotografia de Joana Linda
gerador-mescla-filipe-melo