Fogo Fogo é uma homenagem aos ritmos cabo verdianos com os olhos postos na vastidão de quem fala português e, claro está, de quem dança ou se deixa atrair por movimento. A homenagem, que já fazia falta a uma outra vertente da música africana, começou a dar provas, coincidência ou não, no Largo do Intendente.

No dia 29 de março, às 22h15, no Estúdio Time Out, os Fogo Fogo vão tocar no festival MIL. MIL (Lisbon International Music Network 2019), o festival e convenção dedicado a colocar a música portuguesa na rota dos eventos internacionais, ocupa diversas salas de espetáculo e clubes noturnos do Cais do Sodré entre os dias 27 e 29 de março. Este festival foca-se na produção musical lusófona, que chega aos quatro cantos do mundo, dando a conhecer mais de 70 artistas vindos de todo o globo.

Estas são as 10 escolhas da música portuguesa que os Fogo Fogo partilharam connosco:

Bana, nho tonho escanderode
Tubarões, Tabanka
Bulimundo, Pamodi
Sara Tavares, Di Alma
L.Gonzaga,  Vem Morena
Ferro Gaita,  Tereza
Vinicius de Morais,  Minha namorada
Tom Jobim,  matita perê
Paulo Flores,  Batucada do Desaturado
Fausto, Como um Sonho Acordado

O Gerador é parceiro do MIL

Se queres ouvir mais Mesclas da Semana, clica aqui.